27 de fev de 2014

Espetos & Crepes [ch]

| por Catarine Heiter |

Eu já conhecia de vista esse pequeno point localizado no Chame-Chame. Já Gustavo, nunca tinha ouvido falar. Após uma tentativa frustrada de mastigar no shopping da região, resolvemos terminar a noite por lá!

Espetos & Crepes

A estrutura é de barraca de rua. Dois grandes balcões ficam num canto do posto de gasolina e várias mesas são dispostas logo em frente. Ficamos numa parte meio enladeirada e não dava para fingir que estava confortável, mas também não estava assim tão péssimo.

Espetos & Crepes: Fachada (foto: http://chamechame.wordpress.com)
A fachada do Espetos & Crepes (foto: http://chamechame.wordpress.com(*))
O movimento é intenso e, por essa razão, tudo se torna mais barulhento. A galera prefere frequentar o local em grandes grupos e a base dos pedidos é o Espetinho. Nós já tínhamos escolhido que mastigaríamos Crepes, quando fomos informados que neste dia não estavam disponíveis.

Espetos & Crepes: Ambiente
O ambiente do Espetos & Crepes
Espetos & Crepes: Ambiente
O ambiente do Espetos & Crepes
O plano B foi seguir a linha de quem ali estava e mastigar Espetinhos à vontade! É sempre bom fazer o pedido em quantidade logo de uma vez ou pedir outras unidades logo quando as primeiras chegarem. Caso contrário, corre-se o risco de enfrentar uma demora bem grande.

Para quem curte, tem Espetinhos de Bode, de Coração de Galinha e de Carneiro. Algumas variações em Carne e Frango também estão disponíveis e, claro, não poderiam faltar Camarões e Queijo Coalho no cardápio!

Nós mastigamos muitas opções e nenhuma decepcionou em sabor, textura ou qualidade. De início, nos assustamos um pouco com o tamanho pequeno e logo percebemos que é o padrão do local. O Espetinho vem em uma tigela com talher e na mesa ficam disponíveis Pimenta e Farinha.

Na primeira rodada, Cupim (R$ 5,00) e Carne de Fumeiro (R$ 5,00). Eu não me arrependi nem um pouco de começar com o Cupim, pois fui surpreendida com um excelente tempero neste Espetinho!

Espetos & Crepes: Espeto de Cupim
O Espeto de Cupim do Espetos & Crepes
Espetos & Crepes: Espeto de Carne de Fumeiro
O Espeto de Carne de Fumeiro do Espetos & Crepes
Na segunda rodada, Salmão (R$ 6,00) e Frango com Provolone (R$ 5,00). Detesto Carne de Frango assada em churrascos, mas esse me fez pagar a língua! E, apesar de Salmão não ser tradicionalmente associado a espetinhos, não ficou devendo para nenhum outro sabor e se mostrou uma opção interessante para quem busca uma experiência mais leve.

Espetos & Crepes: Espeto de Salmão
O Espeto de Salmão do Espetos & Crepes
Espetos & Crepes: Espeto de Frango com Provolone
O Espeto de Frango com Provolone do Espetos & Crepes
Para terminar, Picanha Argentina (R$ 6,00) e Calabresa (R$ 4,00). Para minha surpresa, o Espetinho de Calabresa foi servida com uma daquelas "fininhas" e que considero até mais saborosas que as tradicionais!

Espetos & Crepes: Espeto de Picanha Argentina
O Espeto de Picanha Argentina do Espetos & Crepes
Espetos & Crepes: Espeto de Calabresa
O Espeto de Calabresa do Espetos & Crepes
Para acompanhar toda a brincadeira, um Suco de Limão (500 ml, R$ 7,00) no ponto e um atendimento um tanto despojado, porém sem ápices positivos ou negativos relevantes.

Espetos & Crepes: Suco de Limão
O Suco de Limão do Espetos & Crepes
No fundo não mastigamos muito, mas a nossa saciedade e a conta (mais de R$ 40,00!) teimaram em nos convencer do contrário. Saímos muito satisfeitos desta aventura não programada na Barra e ficamos com vontade de voltar para mastigar os Crepes do local!

Espetos & Crepes 
Rua José Sátiro de Oliveira, 6 - Posto Shell (ver mapa)
Chame-Chame
(71) 3247-9625

(*) Não localizamos um meio de contato com o autor da foto para solicitar a autorização de uso. Caso seja necessário, entre em contato conosco e retiraremos a referida foto deste post.

23 de fev de 2014

Pizzaria Casa de Pedra [gr]

| por Gustavo Romero |

A Pizzaria Casa de Pedra tem pouco tempo de funcionamento e nós ainda não tínhamos nem mesmo ouvido falar a respeito do local. Nos animamos a ir mastigar por lá quando vimos uma propaganda do restaurante na edição especial da Revista Muito, que trouxe "O melhor de Salvador para comer e beber", através uma eleição feita por um juri do qual nós tivemos a honra de fazer parte!

Pizzaria Casa de Pedra

Localização e estacionamento

A pizzaria funciona no bairro da Graça, pertinho da Frio Gostoso e do Shiro, numa rua estreita e ruim tanto para trafegar quanto para estacionar. Como eu nunca utilizo o serviço de manobrista (oferecido pela casa), foi necessário dar algumas voltas até encontrar um espaço para estacionar, um pouco distante do local. O grande movimento na região afastou qualquer temor de insegurança.

Pizzaria Casa de Pedra: Fachada
A fachada da Pizzaria Casa de Pedra
 Ambiente e atendimento

A fachada da casa que abriga a pizzaria, como o nome diz, é revestida por pedras, e o efeito ficou muito bonito! Existem dois ambientes. O externo é uma espécie de varanda sem cobertura (sombreiros apoiados nas mesas fazem este papel) e com fraca iluminação, que também serve de "sala de espera" para os clientes. Já o interno, é menos rústico, climatizado e bem iluminado, e divide-se em dois andares. Infelizmente não conseguimos fotografar a parte interna, então apresentamos fotos retiradas da Fanpage do restaurante.

Pizzaria Casa de Pedra: Ambiente interno (foto: divulgação)
O ambiente interno da Pizzaria Casa de Pedra (foto: divulgação)
Pizzaria Casa de Pedra: Ambiente interno (foto: divulgação)
O ambiente interno da Pizzaria Casa de Pedra (foto: divulgação)
Estivemos na pizzaria num domingo, e procuramos chegar relativamente cedo, o que foi uma ótima decisão. O movimento da casa já era grande, a ponto de existir apenas uma mesa disponível no segundo andar e uma na varanda. Depois de avaliarmos as duas opções, ficamos com a segunda, pelo melhor conforto acústico. Na medida em que o tempo passou, acabamos nos arrependendo: mais e mais clientes foram chegando e aglomerando-se perto da nossa mesa, que ficava logo depois da escada da entrada, criando uma situação bastante incômoda, porque perdemos totalmente a nossa privacidade e ainda ficamos sabendo de detalhes a respeito das pessoas, porque era inevitável ouvir as conversas.

Pizzaria Casa de Pedra: Ambiente externo
O ambiente externo da Pizzaria Casa de Pedra
Pizzaria Casa de Pedra: Ambiente externo
O ambiente externo da Pizzaria Casa de Pedra
Pizzaria Casa de Pedra: Ambiente externo
O ambiente externo da Pizzaria Casa de Pedra
O atendimento foi muito bom, apesar do grande movimento. Logo que chegamos, fomos recepcionados por uma simpática hostess que nos mostrou as opções de mesas. A garçonete que nos atendeu era bastante ágil e alegre (mas, talvez, um pouco informal demais...). Gostamos do fato de a casa utilizar um sistema informatizado para anotação dos pedidos, dispensando anotações manuais que têm que ser entregues, fisicamente, à cozinha. O tempo de espera pelos pedidos também foi curto. Em relação à aglomeração de clientes na nossa mesa, não havia muito o que fazer por parte da hostess, já que, naquele caso, foi uma questão de falta de bom-senso e de educação das pessoas.

Comida

O cardápio lista opções de Entradas, Saladas, Pizzas (inclusive Doces) e Sobremesas. Como estávamos com um apetite razoável, resolvemos experimentar, inicialmente, o Pão de Linguiça, e não nos arrependemos! É uma Entrada bem servida e saborosa! A Massa do Pão agradou bastante e a quantidade de Linguiça foi bastante satisfatória. A única ressalva é que acreditamos que se o Pão fosse servido quente, seria ainda mais saboroso.

Pizzaria Casa de Pedra: Pão de Linguiça
O Pão de Linguiça da Pizzaria Casa de Pedra
Em seguida, escolhemos uma Pizza, tamanho médio, metade Toscana (Mussarela, Peperoni, Cebola e Pesto de Azeitona Preta), metade Do Chef (Mussarela de Búfala Fresca, Calabresa Picante, Casca de Abobrinha e Pesto de Azeitonas Pretas).

Pizzaria Casa de Pedra: Pizza média metade Toscana metade Do Chef
A Pizza metade Toscana metade Do Chef da Pizzaria Casa de Pedra
A Pizza estava muito bem apresentada e bastante recheada! A Massa estava muito saborosa, assim como todos os ingredientes do Recheio. Apesar da presença de um diferencial, o Pesto de Azeitona Preta, o sabor Toscana não se diferenciou muito de uma boa Pizza de Peperoni tradicional. Já na opção Do Chef, o Pesto foi ingrediente ímpar na composição das fases de sabor da mesma. Ambas aprovadas com salva de palmas!

Preço

O Pão de Linguiça não saiu caro, tendo custado R$ 7,90. Já o preço da Pizza, achamos um pouquinho alto: o sabor Toscana sai por R$ 46,90 (média) ou R$ 56,90 (grande) e o sabor Do Chef, por R$ 47,90 (média) ou R$ 55,90 (grande). A nossa conta, incluindo apenas um refrigerante e os 10%, totalizou R$ 66,33.

Conclusão

O Pizza da Casa de Pedra agradou bastante o nosso paladar! O atendimento também não decepcionou, especialmente quando consideramos que a casa estava cheia. No entanto, a dificuldade para trafegar na rua e para estacionar são pontos críticos, que, mesmo com a oferta do serviço de manobrista, nos fazem desanimar quando pensamos em voltar ao local. 

Serviço

Pizzaria Casa de Pedra
Rua Flórida, 62 - Graça (ver mapa)
(71) 3033-6262 / 9194-6845 / 8753-2845

19 de fev de 2014

Mar Adentro Restaurante [ch]

| por Catarine Heiter |

Para nós, que transitamos muito raramente por Stella Mares, o Mar Adentro Restaurante foi uma grata surpresa!

Mar Adentro Restaurante

Localizado num centro comercial chamado Boulevard 509, na parte que fica voltada para a pista, em frente ao Catussaba Business, quase passou despercebido por estar bastante vazio no momento. Estacionamos nas vagas da própria galeria e resolvemos conhecer o cardápio, sem muitas expectativas.

Mar Adentro Restaurante: Fachada
A fachada do Mar Adentro Restaurante
Logo de início gostamos da recepção! O garçom se apresentou e fez questão de nos passar informações importantes sobre o cardápio. Este padrão se manteve até o final do nosso jantar, unindo simpatia e formalidade sem excessos.

O ambiente, bem arejado, tem bastante verde por perto e uma decoração "rústico-praiana" muito charmosa!

Mar Adentro Restaurante: Ambiente
O ambiente do Mar Adentro Restaurante
Mar Adentro Restaurante: Ambiente
O ambiente do Mar Adentro Restaurante
Mar Adentro Restaurante: Ambiente
O ambiente do Mar Adentro Restaurante
A galeria oferece, para os clientes do restaurante e dos outros estabelecimentos, um parquinho infantil (um pouco acanhado).

Mar Adentro Restaurante: Parque infantil
O parquinho infantil do Mar Adentro Restaurante
Como estávamos com bastante fome, pedimos uma entrada para iniciar. Dentre as várias opções de petiscos tradicionalmente encontradas em Bares e Botecos, optamos por um Pastel de Queijo (R$ 6,30). Estava bem recheado e o tamanho é bastante adequado para a proposta, mas concluímos que a Massa poderia ser mais saborosa.

Mar Adentro Restaurante: Pastel de Queijo
O Pastel de Queijo do Mar Adentro Restaurante
Mar Adentro Restaurante: Pastel de Queijo
O Pastel de Queijo do Mar Adentro Restaurante
Para o prato principal, o garçom garantiu 400 gr de Peixe e o nosso Surubim na Brasa (R$ 54,00) não ficou devendo! Foram quatro filés muito saborosos e que foram acompanhados de Salada Vinagrete, Arroz e Feijão Tropeiro. Tudo estava perfeitamente temperado, garantindo aquele gostinho de comida caseira!

Mar Adentro Restaurante: Surubim na Brasa
O Surubim na Brasa do Mar Adentro Restaurante
Mar Adentro Restaurante: Acompanhamentos do Surubim na Brasa
Os Acompanhamentos (Vinagrete, Arroz e Feijão Tropeiro) do Surubim na Brasa do Mar Adentro Restaurante
É importante frisar que ficamos positivamente impressionados com o preço que pagamos por este jantar. Considerando que o prato principal serve até três pessoas com fome moderada, o preço cobrado se torna bastante interessante (e o restante das opções do cardápio segue este mesmo padrão).

Saímos deste "lugar sobre o qual nunca ouvimos falar" muito satisfeitos! Se estivesse localizado mais próximo de casa, com certeza seria um candidato à diversos retornos para novas aventuras gastronômicas. Estando pela região, não deixe de conhecer!

Mar Adentro Restaurante
Al. Praia de Camboriú, 172
Shopping Boulevard 509 (ver mapa)
Stella Mares

15 de fev de 2014

Dom Crioulo Café [ch]

| por Catarine Heiter |

Tem dias que a gente não está com tanta fome e foi em um destes momentos que optamos por conhecer o Dom Crioulo Café, um Café localizado no Salvador Shopping e que já havia sido indicado algumas vezes por meus amigos.

Dom Crioulo Café

Chegamos em horário relativamente próximo ao do fechamento do shopping e, mesmo assim, pudemos observar um atendimento eficiente e educado. Lamentamos apenas não podermos desfrutar do ambiente do salão superior, que já estava fechado para limpeza.

Dom Crioulo Café: Fachada
A fachada do Dom Crioulo Café
Dom Crioulo Café: Ambiente
O ambiente do Dom Crioulo Café
Em uma cafeteria, nosso foco sempre está voltado para as mesmas coisas e, desta vez, não quisemos fugir disso. Optamos por Tortas e Salgados da vitrine e por algumas opções geladas para beber.

Gustavo mastigou um Quiche de Camarão (R$ 9,50) e ficou satisfeito. A Massa estava saborosa e o Recheio, adequado.
Dom Crioulo Café: Quiche de Camarão
O Quiche de Camarão do Dom Crioulo Café
Para beber, ele não resistiu ao Frapê de Capuccino (R$ 10,90), mas não ficou totalmente satisfeito. A bebida não repetiu os melhores momentos proporcionados por Frapês de Capuccino que experimentou em outros locais. Seria uma escolha que ele não repetiria.

Dom Crioulo Café: Frapê de Capuccino
O Frapê de Capuccino do Dom Crioulo Café
Eu, sempre que posso, mastigo uma Torta Salgada e o sabor Ricota com Espinafre sempre está no topo da minha lista de preferência. Essa estava uma delícia, com sabor evidente dos ingredientes principais e Massa adequada. Poderia ser apenas um pouquinho maior, já que custa R$ 11,90 a fatia.

Dom Crioulo Café: Torta de Ricota com Espinafre
A Torta de Ricota com Espinafre do Dom Crioulo Café
Para beber não quis nada que tivesse Café ou Mate e me aventurei com uma das opções mais encorpadas de Suco natural: Morango, Sorvete de Creme e Leite (R$ 12,90). O resultado é um Suco bem grosso, menos doce do que imaginei (e por isso ainda mais aprovado) e com aspecto de "vitamina".

Dom Crioulo Café: Suco de Morango
O Suco de Morango do Dom Crioulo Café
Para fechar, o paladar pedia um Doce e Gustavo escolheu um Torta Doce (R$ 7,90) feita com Tapioca e caramelizada como um Pudim. A fatia é farta e, considerando o ingrediente principal, é fácil entender o motivo pelo qual quase não conseguimos mastigar até o fim. Sabor aprovado!

Dom Crioulo Café: Torta de Tapioca
A Torta de Tapioca do Dom Crioulo Café
Esta visita ao Dom Crioulo Café foi uma boa forma de fecharmos o nosso domingo!

É claro que a conta (quase R$ 60,00) não é tão pequena quanto a idéia de apenas parar para fazer um lanchinho, mas isso é comum quando se escolhe cafeterias neste estilo. Fica a dica para quem gosta deste tipo de programa em um dia de compras!

Dom Crioulo Café
Salvador Shopping
(71) 3443-2030

13 de fev de 2014

Concurso Cultural "Mastigando o melhor Sushi da Bahia"!

Você curte mastigar um bom Sushi? Ou gosta mais de um delicioso Sashimi? Talvez você prefira um saboroso Temaki, ou, ainda um Combinado com muitas peças! Não importa muito; se você é fã da culinária japonesa, não pode perder este Concurso cultural! O restaurante Sushi Bahia, em parceria com o blog Mastigando em Salvador, vai presentear 5 dos seus clientes!

Concurso Cultural - Mastigando o melhor Sushi da Bahia

O que você achou da idéia? Ficou com água na boca? Então preste atenção no que precisa ser feito para participar do Concurso. É muito simples:

  1. Tire uma fotografia bem bacana de qualquer prato fornecido pelo Sushi Bahia;
  2. Compartilhe publicamente esta fotografia no Facebook e/ou no Instagram; e
  3. Associe à fotografia a hashtag #SushiBahia e a hashtag #MastigandoEmSalvador (as duas!).
Super fácil! Os autores das 5 melhores fotografias, eleitas por uma banca avaliadora com base nos critérios informados no regulamento, serão presenteados com um Combo do Sushi Bahia!

Aproveite a oportunidade e conheça as nossas Fan Pages no Facebook (fb.com/sushibahia e fb.com/MastigandoEmSalvador) e os nossos perfis no Instagram (@sushibahia e @mastigandoemsalvador). Através deles, você fica por dentro de tudo o que acontece no restaurante e no blog: Promoções, novidades e muito mais!

Então, o que você está esperando? O período para participação começa no dia 13/02 e vai até 28/02/14!

Lembramos que:
  1. Se a publicação da fotografia não for feita publicamente e/ou o seu perfil na rede social for fechado, provavelmente não visualizaremos a fotografia, e ela não participará deste Concurso Cultural;
  2. Ao publicar a fotografia e associar a ela as hashtags #SushiBahia e #MastigandoEmSalvador, você está automaticamente concordando com o regulamento deste Concurso Cultural, informado abaixo;
  3. Você pode participar com quantas fotografias quiser; e
  4. A partir do dia 06/03/14, fique atento para a divulgação das melhores fotografias, que será feita através de um post aqui no blog.
REGULAMENTO DO CONCURSO CULTURAL "MASTIGANDO O MELHOR SUSHI DA BAHIA"

1. Realização
1.1. Este Concurso Cultural é realizado pelo restaurante Sushi Bahia (http://www.sushibahia.com.br) em parceria com o blog Mastigando em Salvador (http://www.mastigandoemsalvador.com.br).

2. Modalidade e Legislação Aplicável
2.1. Este é um Concurso de caráter exclusivamente Cultural, sem haver qualquer modalidade de sorteio ou pagamento, nos termos da Portaria MF nº 422, de 18 de julho de 2013, do Inciso II do Artigo 3º da Lei nº 5.768, de 1971 e do Artigo 30 do Decreto nº 70.951, de 09 de agosto de 1972.

3. Participantes
3.1. Este Concurso Cultural é aberto a todos os clientes do restaurante Sushi Bahia que cumprirem com o disposto neste Regulamento;
3.2. Não poderão participar deste Concurso Cultural os proprietários e empregados do restaurante Sushi Bahia bem como seus respectivos parentes até 2º grau e cônjuges, nem os autores e colaboradores do blog Mastigando em Salvador, bem como seus respectivos parentes até 2º grau e cônjuges, além de quaisquer pessoas envolvidas diretamente na execução do mesmo;
3.3. A participação neste Concurso Cultural é totalmente voluntária e gratuita, e implica na aceitação total e irrestrita dos termos e condições do presente Regulamento.

4. Mecânica de participação
4.1. Para participar deste Concurso Cultural, o interessado deverá compartilhar publicamente uma fotografia, na rede social Facebook e/ou na rede social Instagram, que retrate qualquer item fornecido a qualquer tempo pelo restaurante Sushi Bahia, e associar a esta fotografia as hashtags #SushiBahia e #MastigandoEmSalvador;
4.2. O compartilhamento da fotografia não poderá mencionar o nome do restaurante Sushi Bahia nem o nome do blog Mastigando em Salvador, sob pena de desclassificação imediata da mesma;
4.3. Ao compartilhar a fotografia e associar a ela as hashtags indicadas no item 4.1 deste regulamento, o participante declara ser responsável pela autoria da mesma, sendo o único e exclusivo responsável por eventual infração a quaisquer direitos de terceiros, podendo vir a responder civil e criminalmente por qualquer violação a estes direitos, isentando o restaurante Sushi Bahia e blog Mastigando em Salvador, seus autores, colaboradores e parceiros de qualquer responsabilidade;
4.4. O compartilhamento da fotografia deverá ser feito publicamente, para permitir que a mesma seja visualizada pela banca avaliadora;
4.5. Os participantes poderão compartilhar quantas fotografias desejarem, desde que atendam a todos os termos e condições deste Regulamento;
4.6. Os participantes cedem e transferem, em caráter definitivo, plena e totalmente, sem quaisquer ônus para o restaurante Sushi Bahia e para o blog Mastigando em Salvador, todos os direitos autorais sobre a fotografia compartilhada para participação neste Concurso Cultural, para qualquer tipo de utilização, publicação, reprodução por qualquer meio ou técnica, e na divulgação do resultado;

5. Período de realização
5.1. Este Concurso Cultural será realizado no período compreendido entre as 20 horas do dia 13/02/2014 e as 23 horas e 59 minutos do dia 28/02/2014 (horário de Brasília), nas condições descritas neste Regulamento.

6. Critérios de julgamento
6.1. A escolha das melhores fotografias participantes deste Concurso Cultural levará em consideração os critérios de criatividade, enquadramento, iluminação, nitidez e beleza das mesmas;
6.2. O organizador deste Concurso Cultural poderá desclassificar, a seu exclusivo critério e estando desobrigado a justificar o motivo da desclassificação, quaisquer fotografias participantes cujo conteúdo contiver: (i) o uso de quaisquer imagens, expressões, sinais e/ou palavras contrários à moral e aos bons costumes; (ii) imagens e/ou termos que ofendam a honra ou imagem de pessoas, produtos, empresas ou natureza, meio ambiente, espaços físicos e afins; (iii) imagens, sinais e/ou palavras que ofendam a liberdade de consciência, religião, sexo, ideia ou sentimentos das pessoas ou associações; (iv) o uso de marca de empresas, elogios ou qualquer menção que caracterize a divulgação do nome e/ou marca de produtos da empresa organizadora ou qualquer empresa terceira; (v) o incentivo a maus costumes, violência, drogas ou à prática de crimes; (vi) trecho de obra visual, artística ou científica reconhecida; (vii) propaganda eleitoral ou divulgação de opinião favorável ou contrária a um ou mais partidos políticos e/ou candidatos; ou (viii) apontamento preconceituoso, constrangedor, pornográfico ou semelhante;
6.3. A avaliação das fotografias participantes deste Concurso Cultural será feita por uma banca avaliadora formada pelos proprietários do restaurante Sushi Bahia e pelos autores e colaboradores do blog Mastigando em Salvador, sendo sua decisão soberana e irrecorrível;
6.4. Cada participante poderá ser premiado uma única vez, conforme nome indicado no perfil do Facebook e/ou do Instagram utilizado para o compartilhamento da fotografia, ainda que este tenha compartilhado mais de uma fotografia e que mais de uma delas tenham sido classificadas entre as 05 (cinco) melhores pela banca avaliadora deste Concurso Cultural.

7. Divulgação do resultado
7.1. O resultado deste Concurso Cultural será divulgado no dia 06/03/2014, através de uma postagem no blog Mastigando em Salvador;
7.2. Os vencedores deste Concurso Cultural deverão enviar um email para a equipe do blog Mastigando em Salvador, através do endereço eletrônico mastigandoemsalvador@gmail.com, confirmando seus dados pessoais (nome completo, RG, email e telefone), respeitando o prazo de até 72 horas corridas após a publicação da postagem com a divulgação dos ganhadores;
7.3. Caso um (ou mais) vencedor(es) deste Concurso Cultural não enviem o(s) email(s) para a equipe do blog Mastigando em Salvador dentro do prazo de 72 horas corridas, o(s) mesmo(s) será(ão) desclassificado(s), perdendo o direito à premiação;
7.4. Na hipótese de um (ou mais) vencedor(es) deste Concurso Cultural ser(em) desclassificado(s) ou perder(em) o direito a receber a premiação por qualquer motivo, será(ão) considerado(s) vencedor(es) o(s) autor(es) da(s) fotografias(s) que tiver(em) obtido o(s) melhor(es) conceito(s) pela banca avaliadora, de maneira subsequente à(s) fotografia(s) inicialmente vencedora(s).

8. Premiação
8.1. Cada um dos 05 (cinco) participantes autores das melhores fotografias, escolhidas pela banca avaliadora deste Concurso Cultural, serão premiados com 01 (um) Combo 07 do cardápio do restaurante Sushi Bahia, composto por 05 (cinco) Niguiris diversos, 04 (quatro) Acelga Makis, 04 (quatro) Sashimis de Salmão, 05 (cinco) Hossomakis de Salmão e 10 (dez) Uramakis diversos;
8.2. Os prêmios não poderão ter seus valores correspondentes convertidos em moeda corrente.

9. Entrega dos prêmios
9.1. O restaurante Sushi Bahia entrará em contato com os ganhadores deste Concurso Cultural para efetuar a programação da entrega dos prêmios, definindo data, horário e local;
9.2. A entrega dos prêmios será feita pelo serviço de delivery do restaurante Sushi Bahia Delivery sem custo para os ganhadores, no endereço indicado pelos mesmos ao restaurante, desde que tal endereço esteja dentro da cobertura do serviço de delivery do restaurante;
9.3. A entrega dos prêmios deverá ocorrer até o dia 31/03/2014, e só poderá ocorrer dentro dos dias e horários de funcionamento do restaurante;
9.4. O restaurante Sushi Bahia e o blog Mastigando em Salvador não se responsabilizarão por quaisquer despesas pessoais realizadas pelos ganhadores deste Concurso Cultural para o recebimento e/ou utilização do prêmio ou a qualquer outro título;
9.5. Os ganhadores deste Concurso Cultural concordam com e obrigam-se a enviar uma fotografia sua em poder dos prêmios, que poderão ser destinadas a qualquer tipo de utilização, publicação, reprodução por qualquer meio ou técnica, especialmente na divulgação do resultado do Concurso Cultural.

10. Responsabilidade
10.1. Os participantes deste Concurso Cultural declaram ter conhecimento de que o website do restaurante Sushi Bahia e o do blog Mastigando em Salvador, bem como os servidores das redes sociais Facebook e Instagram estão sujeitos a problemas de interrupção, falha técnica ou indisponibilidade de funcionamento temporário, não tendo o restaurante Sushi Bahia nem o blog Mastigando em Salvador quaisquer responsabilidades sobre tais ocorrências;
10.2. O restaurante Sushi Bahia e o blog Mastigando em Salvador não se responsabilizam por problemas técnicos de qualquer natureza que impeçam, retardem ou prejudiquem o compartilhamento das fotografias, a divulgação do resultado deste Concurso Cultural ou o envio dos prêmios;
10.3. Os participantes deste Concurso Cultural concordam, pelo simples ato de sua participação, que o restaurante Sushi Bahia e o blog Mastigando em Salvador, bem como seus autores e colaboradores, não serão responsáveis por qualquer dano ou prejuízo oriundos da aceitação e/ou utilização ou não dos prêmios;
10.4. O restaurante Sushi Bahia e o blog Mastigando em Salvador, bem como seus autores e colaboradores, isentam-se de toda e qualquer responsabilidade pela conduta de qualquer participante deste Concurso Cultural;
10.5. O simples ato de compartilhar uma fotografia e associar a ela as hashtags #SushiBahia e #MastigandoEmSalvador para participação deste Concurso Cultural denotam conhecimento e concordância totais e irrestritos com todos os termos deste Regulamento por parte do participante, não sendo aceitáveis reclamações e/ou discordâncias posteriores.

11. Disposições gerais
11.1. Os participantes, desde já, declaram e reconhecem que, independentemente de serem ou não vencedores deste Concurso Cultural, cederão ao restaurante Sushi Bahia e ao blog Mastigando em Salvador, gratuita, definitiva e irrevogavelmente o direito de utilização, veiculação e/ou divulgação de seu nome e/ou imagem;
11.2. Os participantes, desde já, declaram e reconhecem que, independentemente de serem ou não vencedores deste Concurso Cultural, cederão ao restaurante Sushi Bahia e ao blog Mastigando em Salvador, gratuita, definitiva e irrevogavelmente o direito de utilização, veiculação e/ou divulgação da(s) fotografias(s) participante(s) deste Concurso Cultural bem como os direitos autorais patrimoniais sobre a(s) mesma(s) fotografia(s);
11.3. Este Concurso Cultural poderá ser interrompido, modificado, suspenso ou cancelado por quaisquer problemas imprevistos, casos fortuitos ou força maior, que estejam fora do controle do restaurante Sushi Bahia e/ou do blog Mastigando em Salvador e que comprometam este Concurso Cultural, que impeçam ou modifiquem substancialmente a condução deste conforme originalmente planejado, não sendo devido, nesse caso, nenhuma indenização ou compensação aos participantes;
11.4. Nas mesmas hipóteses do disposto no item 11.3. acima, o Regulamento deste Concurso Cultural poderá ser alterado, inclusive para atender às disposições legais supervenientes;
11.5. No caso de suspeita de fraude de qualquer natureza, poderá ser solicitado ao participante, a qualquer tempo, a apresentação de seus dados pessoais, sob pena de desclassificação imediata do mesmo;
11.6. Eventuais dúvidas dos participantes acerca deste Concurso Cultural deverão ser expostas publicamente no campo de comentários da postagem, no blog Mastigando em Salvador, que abriga este Regulamento, e serão dirimidas pela equipe do blog Mastigando em Salvador, cuja decisão é final e irrecorrível, através de resposta pública, também no campo de comentários da postagem;
11.7. O regulamento deste Concurso Cultural ficará disponível para consulta  em http://www.mastigandoemsalvador.com.br/2014/02/concurso-cultural-mastigando-o-melhor-sushi-da-bahia.html pelo menos até que seja concluída toda a fase de apuração e premiação correspondente;
11.8. O restaurante Sushi Bahia e o blog Mastigando em Salvador não se responsabilizarão por quaisquer despesas pessoais realizadas pelos participantes deste Concurso Cultural a qualquer título, a exemplo, mas sem se limitar a: (i) acesso à internet; (ii) utilização de equipamento de informática ou telefone celular; (iii) despesas para o recebimento do prêmio; (iv) gastos para utilização do prêmio;
11.9. A participação neste Concurso Cultural não gerará aos participantes e/ou vencedores nenhum outro direito ou vantagem que não estejam expressamente previstos neste Regulamento;
11.10. Os casos omissos e/ou não previstos por este Regulamento serão decididos pela equipe do blog Mastigando em Salvador, cuja decisão é final e irrecorrível.

Aguardamos o compartilhamento das suas fotografias!

Grande abraço a todos,

Equipe do Mastigando em Salvador

10 de fev de 2014

Green Gelateria Orgânica [ch]

| por Catarine Heiter |

Nosso encontro com os produtos da Green Gelateria Orgânica se deu de forma despretensiosa, em uma simples loja de conveniências, e gerou uma lista de desejos para todos aqueles sabores que consideramos diferentes e interessantes!

Green Gelateria Orgânica

A Green é uma marca de Picolés que trabalha com matéria prima orgânica (ou seja, sem agrotóxicos ou fertilizantes). Os produtos não contêm lactose, glúten nem gordura trans. Como nossa última experiência com Picolés ditos "naturais" não foi satisfatória, depositamos na Green uma expectativa ainda maior.

A marca não possui uma loja própria, mas está expandido seus pontos de venda e é possível encontrar os Picolés em vários lugares (no site existe uma listagem com os pontos de venda). No entanto, em nossa busca, observamos que quase sempre encontramos somente os sabores menos "exóticos" à venda. Procuras pelos sabores Amora Preta, Batata Doce com Beterraba ou Blueberry foram mal sucedidas. Mandamos este questionamento para a marca, através da sua Fanpage no Facebook, mas nunca recebemos uma resposta, logo não podemos dizer se os outros sabores estão em processo de lançamento ou se são os pontos de venda visitados por nós que não dispunham deles!

No total, experimentamos oito sabores. Como a experiência com os primeiros foi muito positiva, é natural que buscássemos novos sabores para provar! A maioria deles foi aprovada, mas, alguns, nem tanto.

A nossa primeira compra foi dos Picolés nos sabores Mandioca com Coco e Chocolate

Green Gelateria Orgânica: Picolés nos sabores Mandioca com Coco e Chocolate
Os Picolés nos sabores Mandioca com Coco e Chocolate da Green Gelateria Orgânica
No caso do primeiro, o sabor é perfeito e praticamente só conseguimos sentir o do Coco. A Mandioca é percebida na textura, pois o Picolé é mais "massudo" e transmite uma sensação de saciedade maior em relação a outros. 

Green Gelateria Orgânica: Picolé no sabor Mandioca com Coco
O Picolé sabor Mandioca com Coco da Green Gelateria Orgânica
Já no de Chocolate, observamos que ele apresenta um sabor equilibrado, sem ser muito doce. A textura é interessante: não é muito cremoso, mas também não é quebradiço ou aguado.

Green Gelateria Orgânica: Picolé no sabor Chocolate
O Picolé sabor Chocolate da Green Gelateria Orgânica
Em outra ocasião, levamos para casa Picolés nos sabores Kiwi e Limão Suíço com Mel

Green Gelateria Orgânica: Picolés nos sabores Kiwi e Limão Suíço
Os Picolés nos sabores Kiwi e Limão Suíço com Mel da Green Gelateria Orgânica
Como sou fã de Kiwi, foi uma escolha mais do que natural. O sabor felizmente não se parece com uma simples fruta congelada; é mais adocicado e equilibrado e, nem por isso, deixou de ser saudável.

Green Gelateria Orgânica: Picolé no sabor Kiwi
O Picolé sabor Kiwi da Green Gelateria Orgânica
No caso do de Limão com Mel, não ficamos satisfeitos. O sabor lembra o de alguns Chás antigripais (daqueles de farmácia), ou seja, para nós, este Picolé tem sabor de remédio...

Green Gelateria Orgânica: Picolé no sabor Limão Suíço
O Picolé sabor Limão Suíço com Mel da Green Gelateria Orgânica
Continuamos comprando pares de Picolés! A terceira compra foi dos sabores Banana Caramelada e Arroz Doce

Green Gelateria Orgânica: Picolés nos sabores Banana Caramelada e Arroz Doce
Os Picolés nos sabores Banana Caramelada e Arroz Doce da Green Gelateria Orgânica
O primeiro é bem docinho (para alguns, um pouco além da conta), mas muito saboroso. A textura é cremosa e, no geral, lembra um Doce de Banana caseiro. 

Green Gelateria Orgânica: Picolé no sabor Banana Caramelada
O Picolé sabor Banana Caramelada da Green Gelateria Orgânica
O segundo, por sua vez, não se assemelha tanto ao Arroz Doce em si, porque o sabor de Canela estava muito forte e mascarou qualquer outro presente, mas a textura não deixa dúvidas sobre o mesmo. Junto com o de Limão Suíço com Mel, foi o sabor de que menos gostamos.

Green Gelateria Orgânica: Picolé no sabor Arroz Doce
O Picolé sabor Arroz Doce da Green Gelateria Orgânica
Finalizando, a última compra foi dos Picolés nos sabores Banana, Aveia e Mel e Abacaxi Suíço.

Green Gelateria Orgânica: Picolés nos sabores Banana, Aveia e Mel e Abacaxi Suíço
Os Picolés nos sabores Banana, Aveia e Mel e Abacaxi Suíço da Green Gelateria Orgânica
O primeiro lembra muito o de Banana Caramelada, mas menos doce. Seu sabor remete às tradicionais vitaminas de Banana presentes no café da manhã brasileiro.

Green Gelateria Orgânica: Picolé no sabor Banana, Aveia e Mel
O Picolé no sabor Banana, Aveia e Mel da Green Gelateria Orgânica
O segundo também agradou, com um sabor bastante confortável do Abacaxi.

Green Gelateria Orgânica: Picolé no sabor Abacaxi Suiço
O Picolé sabor Abacaxi Suíço da Green Gelateria Orgânica
Com tantas qualidades, imaginamos que o preço não seria o ponto mais atrativo. Apesar de não ser muito grande (65g), e considerando que é um produto orgânico e adaptado a quem tem necessidades alimentares especiais, está dentro do esperado, já que o mercado costuma cobrar mais caro por isso. A média de preço ficou entre R$ 5,50 e R$ 6,50. Média, não por variação do preço em relação aos sabores, mas por termos verificado que alguns estabelecimentos cobram preços mais altos do que outros.

Se nós tivéssemos encontrado alguns dos demais sabores por que procuramos, certamente teríamos mais experiências para contar por aqui. Não foi por falta de procura, tenham certeza! No entanto, como o balanço da história foi positivo, acreditamos que continuaremos procurando. Caso você encontre antes de nós (ou então o pessoal da Green responda o nosso questionamento feito uns 2 meses atrás), não deixe de colocar o seu depoimento no campo de comentários!

Green Gelateria Orgânica

Tecnologia do Blogger.