25 de jun de 2015

Adam Cozinha Originária [gr]

| por Gustavo Romero |

Nós adoramos quando um restaurante nos impressiona e supera as nossas expectativas! E assim aconteceu com o Adam Cozinha Originária (antigo Natora). É tanto que, num intervalo de uma semana, fomos mastigar lá duas vezes, fato que não é nada usual para nós. Confira agora os motivos!

Adam Cozinha Originária

Localização e estacionamento

O restaurante funciona no bairro do Itaigara, ao lado do pequeno shopping Empório Itaigara, no imóvel onde funcionou, anteriormente, o restaurante Calorias Na Medida. Em frente à casa existem algumas vagas para estacionamento, que, em dias de maior movimento, podem ser insuficientes.

Adam Cozinha Originária: Fachada
A fachada do Adam Cozinha Originária
Adam Cozinha Originária: Fachada
A fachada do Adam Cozinha Originária
Adam Cozinha Originária: Fachada
A fachada do Adam Cozinha Originária
Ambiente e atendimento

O restaurante é dividido em duas partes, interna e externa. Nas duas ocasiões em que mastigamos no local, optamos pela interna, que é climatizada e, em português claro, "uma graça". O ambiente é bem iluminado, muito colorido e com muitos elementos decorativos de regiões interioranas, como peneiras funcionando como lustres, lampiões nas paredes, vasos de barro com flores secas, móveis rústicos e a presença de muitos elementos em madeira.

Adam Cozinha Originária: Ambiente interno
O ambiente interno do Adam Cozinha Originária
Adam Cozinha Originária: Ambiente interno
O ambiente interno do Adam Cozinha Originária
Adam Cozinha Originária: Ambiente interno
O ambiente interno do Adam Cozinha Originária
A parte externa tem menos elementos decorativos, mas segue pela mesma linha.

Adam Cozinha Originária: Ambiente externo
O ambiente externo do Adam Cozinha Originária
O atendimento é mais um dos destaques da casa. É bem verdade que não chegamos a pegar o restaurante cheio, mas é fácil considerar o atendimento como primoroso. Destacamos a atuação do garçom Rômulo, que além de extremamente atencioso e simpático, foi muito proativo, dando sugestões de Pratos e Sucos, e bastante convincente, quando não pretendíamos pedir uma Sobremesa.

Tivemos também a oportunidade de conversar com o chef Adam Schnitman, que fez questão de dar algumas dicas sobre uma Sobremesa que pedimos na primeira visita e, na segunda, de conversar longamente sobre o restaurante, seus Pratos, ingredientes e conceito, mesmo sem saber que nós estávamos ali não apenas como clientes, mas também como blogueiros (como nossos leitores habituais sabem, as nossas visitas são voluntárias, anônimas e custeadas por nós).

Comida e bebida

Se até então tudo tinha agradado, a melhor parte ainda estava para chegar: o cardápio, que lista opções de Entradas, Saladas, diversos tipos de Molhos para o Pappardelle, que é a Massa servida pela casa, Proteínas (Carne, Frango, Salmão) e Pizzas! Ok, à primeira vista, não parece nada de mais, mas, acredite, embora o cardápio não seja muito abrangente, deixa o cliente salivando a cada item listado!

Na nossa primeira visita, pedimos uma Salada e uma Massa. A Salada foi a Lapão, feita com Mix de Folhas, Cebola Roxa, Tomate Cereja, Castanhas, Molho de Mostarda Dijon com Mel e Chips de Batata Doce. Prato refrescante, com quantidade de Molho equilibrada, que não rouba o sabor dos outros elementos! O destaque fica por conta das Castanhas e dos deliciosos Chips de Batata Doce, que trazem personalidade à Salada. A porção poderia ser um pouco mais generosa; quem optar por esta Salada deve pensar em pedir uma Entrada.

Adam Cozinha Originária: Salada Lapão
A Salada Lapão do Adam Cozinha Originária
O Molho que escolhemos para o Pappardelle contém um Mix de Cogumelos Frescos e Nirá, salteados na Manteiga e regados a Molho de Ostra. A porção, assim como da Salada, não é das maiores, mas o sabor é incrível! Havia excelente quantidade de Nirá (que, na foto, ficou um pouco escondido, abaixo da Massa) e de Cogumelos, e a combinação dos ingredientes arrancou suspiros!

Adam Cozinha Originária: Pappardelle com Molho de Cogumelos Frescos e Nirá
O Pappardelle com Molho de Cogumelos Frescos e Nirá do Adam Cozinha Originária
Para a Sobremesa, fomos de Cubo Gelado de Chocolate com Farofa de Amêndoas, uma Sobremesa bonita, refrescante e com sabor surpreendente. O Cubo vem acompanhado de algumas folhas de Menta e, parafraseando a instrução dada pelo chef, não deixe de mastigá-las junto do Chocolate! O resultado é sensacional! A Farofa de Amêndoas dá um toque mais do que especial à Sobremesa. Maravilhosa!

Adam Cozinha Originária: Cubo Gelado de Chocolate com Farofa de Amêndoas
O Cubo Gelado de Chocolate com Farofa de Amêndoas do Adam Cozinha Originária
Depois de um excelente jantar, decidimos que não poderíamos deixar de retornar à casa para provar as Pizzas, que nos chamaram a atenção quando foram servidas em uma mesa próxima. E assim fizemos: uma semana depois, lá estávamos nós de novo!

As Pizzas são servidas em tamanho único, de 8 fatias. A Massa é extremamente fina, e a recomendação é deixar os talheres de lado e usar as mãos, protegidas por luvas. 

Nós escolhemos os sabores Repente (Salmão Curado, Cebola Roxa e Alcaparras) e Tamita (Mix de Cogumelos, Nirá, Pimenta Sriracha e Molho de Ostras). Este último sabor foi uma sugestão do garçom e quase uma repetição do Molho da Massa que mastigamos na primeira visita, mas que, em matéria de Pizza, é algo bem pouco usual. 

Como esperado, a Pizza estava sensacional! Ambos os sabores encantaram nosso paladar, cada um à sua maneira. O Salmão estava delicioso e combinou perfeitamente com as Alcaparras. Já o Mix de Cogumelos junto com o Nirá, mais uma vez, arrancou suspiros.

Adam Cozinha Originária: Pizza metade no sabor Nirá com Mix de Cogumelos, metade no sabor Salmão com Alcaparras
A Pizza Metade Tamita, metade Repente do Adam Cozinha Originária
E aqui nos deparamos com, talvez, a única falha no atendimento do garçom, que disse que uma Pizza serve bem duas pessoas. Não, não serve. Por mais que sejam 8 pedaços, como a Massa é muito fina, o Prato não sustenta (e olha que não somos gulosos...). Aliado a isso, o fator "Pizza deliciosa" também conspira para que se peça mais uma. E assim nós fizemos!

A segunda Pizza que pedimos foi nos sabores Madá (Peito de Peru Defumado, Tomate Cereja e Queijo Provolone) e C'est La Vie (Cebola Roxa, Berinjela e Ricota). Mantendo o padrão, os sabores também agradaram muito! O aroma do Provolone estava delicioso e evidente, e o Queijo complementou muito bem o sabor do Peito de Peru. O outro sabor, mais uma opção ovo-lacto vegetariana além da indicada no cardápio, se destacou pelo sabor da Berinjela com a Cebola e pela forma como a Ricota compõe o prato. Ambos aprovados!

Adam Cozinha Originária: Pizza metade no sabor Peito de Peru com Provolone, metade no sabor Cebola com Berinjela
A Pizza metade C'est La Vie, metade Madá do Adam Cozinha Originária
Para beber, mais uma sugestão do garçom: um Suco de Abacaxi com Menta. Quase um frozen, é, obviamente, muito refrescante, e delicioso! Uma excelente pedida!

Adam Cozinha Originária: Suco de Abacaxi com Menta
O Suco de Abacaxi com Menta do Adam Cozinha Originária
Nós já estávamos decididos a encerrar o jantar quando o garçom (sempre ele!) nos convenceu a pedir uma Sobremesa. O estômago já estava cheio, mas a experiência gastronômica estava sendo tão positiva que acabamos aceitando o argumento dele (é maravilhoso; se não gostarem, será uma cortesia) e aceitamos a sugestão do Crème Brûlée de Coco. E ele tinha razão! O Creme estava, de fato, maravilhoso, com sabor suave de Coco, ótima consistência e a tradicional casquinha, fácil de quebrar. A porção também veio num tamanho maior do que esperávamos.

Adam Cozinha Originária: Crème Brûlée de Coco
O Crème Brûlée de Coco do Adam Cozinha Originária
Alguns dos pontos fortes da casa, nós não chegamos a aproveitar. Primeiro, o almoço executivo, que é oferecido todos os dias da semana (exceto segunda-feira, quando o restaurante está fechado). A casa também trabalha com happy hour, de terça a quinta (as Entradas saem com 15% de desconto). E os drinks, feitos com a Cachaça preparada pelo próprio chef Adam, que não provamos porque não bebemos álcool (ou melhor, eu não bebo, porque a Catarine deu uma "bicadinha" em alguns dos Licores disponíveis, inclusive, para venda, e achou muito saborosos!).

Preço

Se até o momento estávamos satisfeitos com todas as características do restaurante, será que chegou a hora de listarmos um ponto fraco? Surpreendentemente, não! Ok, não se trata de um local com "preços populares", mas os preços cobrados pelo Adam são muito interessantes. A Salada Lapão saiu por R$ 29,90 e o Pappardelle, por R$ 36,90 (lembrando que ingredientes como Cogumelos e Nirá não são baratos). As Pizzas saem por R$ 35,50, independentemente do sabor escolhido. O suco custou R$ 8,90 e as Sobremesas, R$ 14,90 cada uma (comparadas aos Pratos, um pouco caras, mas nada que assuste). Em cada uma das visitas desembolsamos aproximadamente R$ 100,00. Valeu cada centavo.

Conclusão

É com muita satisfação que publicamos esta resenha, a respeito de um restaurante que nos conquistou em todos os quesitos! Ambiente acolhedor, atendimento muito acima do padrão da cidade, culinária deliciosa, criativa e inspiradora e preços compatíveis com a proposta! Esta foi, sem dúvida, umas das melhores descobertas dos últimos tempos!

Adam Cozinha Originária
R. Edith Mendes da Gama e Abreu, 189 (ver mapa)
Itaigara (ao lado do Empório Itaigara)
(71) 3506-3191

18 de jun de 2015

Freddo [gr]

| por Gustavo Romero |

Os apreciadores de um bom Sorvete já sabem que há alguns meses a sorveteria argentina Freddo está funcionando em Salvador. E a resenha de hoje reúne algumas das visitas que fizemos ao local.


As lojas da Freddo estão instaladas onde funcionavam anteriormente as lojas da também argentina Abuela Goye, ou seja, no Salvador Shopping e no Shopping Barra. Por uma questão de proximidade da nossa residência, todas as nossas visitas foram feitas no Salvador Shopping.

Em relação ao que se tinha antes, a loja é uma decepção. Se as instalações da Abuela Goye eram impecáveis, a loja da Freddo é... feia e sem graça. O cliente não entra mais na loja, tem que se contentar com as mesinhas no corredor do shopping. A vitrine é acanhada e não desperta grande interesse. O atendimento, nas várias vezes em que estivemos no local, foi bom, mas um tanto mecânico, sem muita simpatia.

A fachada da Freddo do Salvador Shopping
Mas todos estes pontos fracos ficam em segundo plano quando começamos a analisar as delícias servidas pela Freddo! Comecemos pelos Sorvetes. Os sabores estão divididos em Cremosos, Chocolates, Doces de Leite e Frutais. A quantidade de opções não é tão grande quanto a de algumas sorveterias, mas isso também não é tão importante: elas são um espetáculo. A minha primeira experiência foi com um copo no tamanho médio, nos sabores Tramontana (Creme, Doce de Leite e Biscoitos, banhados no Chocolate) e Doce de Leite com Brownies. É difícil encontrar um adjetivo que expresse corretamente a satisfação que estes Sorvetes causaram, já que "deliciosos", "sensacionais" ou "incríveis" não são suficientes...

O copo tamanho médio de Sorvete nos sabores Tramontana e Doce de Leite com Brownies
Ainda falando de Sorvetes, nós também provamos o Sundae, desta vez misturando os sabores Chocolate Suíço (Chocolate com Flocos de Chocolate e Doce de Leite) e Doce de Leite. A atendente colocou no copo uma Calda de Doce de Leite e camadas de Amêndoas finamente cortadas e de Paçoca. Estava aquele mesmo adjetivo que teria sido escolhido no parágrafo anterior. O detalhe é que, pesquisando para escrever a resenha, descobri que, ao menos no cardápio oficial, este Sundae que foi servido não existe; o que existe são 3 opções, com sabores pré-definidos de Sorvetes e de acompanhamentos. Curioso, no mínimo...

O Sundae da Freddo
Ok, mas e se você não gosta de Sorvetes de Chocolate, Doce de Leite e assemelhados? É aí que entram os sabores frutais. Mas, para incrementar a experiência, optamos por um dos Batidos da casa (no tamanho pequeno), que é um Shake de Sorvete de Morango, Sorvete de Framboesa e Calda de Frutas Vermelhas. Muito refrescante e delicioso, tem uma apresentação interessante e traz um sabor equilibrado entre doce e azedo!.

O Batido (tamanho pequeno) de Frutas Vermelhas da Freddo
Para quem gosta de Cafés Gelados, uma das opções que provamos foi o Capuccino Freddo, uma maravilha feita com a combinação de 200 gramas de Sorvete de Doce de Leite e Cappuccino, misturados com Calda de Doce de Leite, tudo decorado com Chantily e Calda. Há muito tempo uma bebida do tipo não nos impressionava tanto! Se o Sorvete de Doce de Leite, sozinho, já nos deixou boquiabertos, imagine como não ficamos depois de experimentar esse Capuccino! Simplesmente fantástico, só experimentando para ter noção do que estamos falando!

O Capuccino Freddo da Freddo
Nós também mastigamos um Cubanito, que é um Tubinho com Casquinha crocante, coberto com Açúcar Mascavo e com extremidades cobertas com Chocolate. O aspecto lembra um Charuto, e ele está disponível em dois sabores Doce de Leite e Creme Americano. É claro que escolhemos o de Doce de Leite, mas estava esgotado. O Creme Americano não chegou a encantar, mas pode ser uma boa opção para quem prefere Doces menos doces.

O Cubanito no sabor Creme Americano da Freddo
Depois de todo este deleite, vem a parte chata: a conta. Sim, é tudo muito gostoso e bem apresentado, mas os preços doem no bolso. Pelo copo médio de Sorvete, pagamos R$ 13,90 (o pequeno sai por R$ 10,50 e o grande, por R$ 19,90). O Sundae custou R$ 13,90. O Batido pequeno saiu por R$ 13,90, o Capuccino Freddo, por R$ 19,90 e, por fim, o Cubanito, por R$ 9,90. Gente, é caro, é muito caro.

A Freddo ainda oferece algumas opções que não chegamos a provar, mas isso é uma questão de tempo e de orçamento. Indiscutivelmente os produtos são espetaculares, mas, infelizmente, são dirigidos a pessoas que com o saldo bancário maior do que o nosso...

Freddo
Salvador Shopping
Shopping Barra

10 de jun de 2015

Gattai Restaurante [gr]

| por Gustavo Romero |

Minha família não tem o costume de celebrar o Dia das Mães (atrasamos a publicação desta resenha em função da cobertura da SSA Restaurant Week 2015) fora de casa, pois, em geral, os restaurantes costumam ficar muito cheios e tumultuados. No entanto, este ano, nós nos programamos para sair cedo de casa e tentar encontrar um local mais tranquilo. Por escolha da homenageada do dia, nosso destino foi o Gattai Restaurante. Confira como foi a experiência!

Gattai Restaurante

Esta não foi a minha primeira experiência no local (leia resenha sobre a primeira visita), que funciona no Espaço Gourmet do Salvador Shopping. Apesar de se tratar de um restaurante "de shopping", o local é bonito e agradável. Mesmo neste dia em que o movimento cresce bastante, não sentimos queda neste padrão. O mesmo ocorreu com o atendimento, que foi feito com boa qualidade e agilidade, do início ao fim do almoço.

Gattai Restaurante: Ambiente
O ambiente do Gattai Restaurante
Gattai Restaurante: Ambiente
O ambiente do Gattai Restaurante
Dentre as tradicionais opções do cardápio, preferimos, inicialmente, pedir um Ceviche de Salmão, para servir de Entrada. O Prato é feito com Cubos de Salmão Marinados no Limão e na Laranja, com sabor levemente apimentado. Trata-se de uma porção bem servida e muito bem apresentada, que agradou bastante o nosso paladar. O Salmão estava muito saboroso e o Prato, no geral, apresentou sabor suave e harmônico. Um excelente Ceviche!

Gattai Restaurante: Ceviche de Salmão
O Ceviche de Salmão do Gattai Restaurante
Para o Prato Principal, a escolha (mais uma vez, da homenageada do dia) foi o Spaghetti Shimeji Shitake, um Prato feito com Macarrão Japonês acompanhado de Cogumelos e Cebolinha. Aqui, se a apresentação não chegou a encantar, o tamanho da porção estava mais do que adequado e o sabor também agradou muito! O destaque deste Prato é a quantidade desproporcionalmente grande de Cogumelos, em relação ao Macarrão. Se o Prato fosse chamado de "Shimeji Shitake com Spaghetti" não seria exagero! :) Este Prato também foi muito bem avaliado e, apesar da boa quantidade servida, foi totalmente consumido!

Gattai Restaurante: Spaguetti Shimeji Shitake
O Spaguetti Shimeji Shitake do Gattai Restaurante
E, como mãe está sempre "de dieta" (pelo menos a minha...), mesmo nesta ocasião especial, optamos por deixar a tentação de lado e não pedir a Sobremesa!

Em relação aos preços, de fato, eles intimidam um pouco. O Ceviche custou R$ 63,90 e o Spaguetti, R$ 59,90. Somando-se uma bebida simples e a taxa de serviço, nosso (ou melhor, meu) desembolso ultrapassou os R$ 140,00. Nada absurdo, mas que intimidou, intimidou.

O balanço do almoço foi positivo. Saímos bem alimentados e satisfeitos com a refeição e com o atendimento. Os preços sempre podem ser um pouco mais camaradas, mas acabaram estando mais ou menos ajustados à experiência como um todo.

Gattai Restaurante
Salvador Shopping
(71) 3022-8886

1 de jun de 2015

Zank by Toque Hotel - SSA RW 2015

Para encerrar as nossas aventuras gastrônomicas na Salvador Restaurante Week 2015, elegemos o cardápio de jantar do restaurante do Zank by Toque Hotel!

Zank by Toque Hotel

Entradas

Mix de Folhas com Molho Cítrico: As Folhas foram servidas com Tomates, Queijo Branco e Manga, que, juntamente com o Molho, resultou em uma combinação muito feliz e refrescante. Gostamos bastante desta opção para iniciar o jantar.

Zank by Toque Hotel na Salvador Restaurant Week 2015: Mix de Folhas com Molho Cítrico
O Mix de Folhas com Molho Cítrico do Zank by Toque Hotel
Bruschetta Marguerita com Mozzarela de Búfala: Apesar de Bruschetta ser um dos nossos aperitivos favoritos, achamos que nessa faltou um pouco de sal, talvez pelo tipo de Queijo utilizado. Superada essa ressalva, é uma boa opção para mastigar!

Zank by Toque Hotel na Salvador Restaurant Week 2015: Bruschetta Marguerita com Mozzarela de Búfala
A Bruschetta Marguerita com Mozzarela de Búfala do do Zank by Toque Hotel

Pratos Principais

Bisteca Suína com Molho de Vinho do Porto, Uvas e Rosti de Batata Doce com Parmesão: A Bisteca estava maravilhosa: cortada em uma espessura que garantiu o cozimento total da Carne, deixando-a macia e saborosa. O Rosti de Batata Doce apresentou uma textura que nunca havíamos experimentado nessa iguaria, macia e crocante, aprovada! O Parmesão deu o toque final, trazendo a cremosidade e o gostinho salgado do queijo para harmonização de todos os ingredientes, já que o Molho de Vinho é bastante denso. Falando no Molho, quem é apreciador da bebida, precisa provar este prato!

Zank by Toque Hotel na Salvador Restaurant Week 2015: Bisteca Suína com Rosti de Batata Doce
A Bisteca Suína com Rosti de Batata Doce do Zank by Toque Hotel

Nhoque de Inhame com Molho exótico de Camarão e Curry: Maravilhoso! Bastaria este termo para descrever o Prato, mas, para ajudá-los a entender melhor, vamos detalhar mais: assim que o Prato chegou à mesa, o cheiro do Curry tomou conta do ambiente, deixando os apreciadores com água na boca! Mesmo com expectativas altas, o Nhoque ainda conseguiu nos arrancar suspiros. O Prato também traz Camarões graúdos perfeitamente cozidos, e lascas de Coco que, misturadas ao Molho, ficavam deliciosas. Uma combinação muito feliz!

Zank by Toque Hotel na Salvador Restaurant Week 2015: Nhoque de Inhame com Molho de Camarão e Curry
O Nhoque de Inhame com Molho de Camarão e Curry do Zank by Toque Hotel

Sobremesas

Cocada de Forno com Sorvete de Canela: Inicialmente, achamos que não iríamos apreciar a Sobremesa, pois não somos fãs de Sorvete de Canela. Tanto é verdade que, mastigando os dois itens separadamente, realmente não gostamos dos sabores apresentados. Só depois que mastigamos o Sorvete e a Cocada juntos foi que entendemos a intenção do chef e percebemos que a combinação ficou realmente deliciosa! Imperdível para quem for mastigar no local.

Zank by Toque Hotel na Salvador Restaurant Week 2015: Cocada de Forno com Sorvete de Canela
A Cocada de Forno com Sorvete de Canela do Zank by Toque Hotel
Mousse de Jabuticaba: Mais uma opção deliciosa, especialmente para os apreciadores da Fruta! A Calda rosada e saborosíssima foi uma combinação perfeita para a Mousse que escondia embaixo. A única ressalva é que a Sobremesa não veio tão gelada quanto deveria, o que poderia tê-la deixado ainda mais deliciosa.

Zank by Toque Hotel na Salvador Restaurant Week 2015: Mousse de Jabuticaba
A Mousse de Jabuticaba do Zank by Toque Hotel

O nosso balanço final do jantar preparado pelo Zank by Toque Hotel para a SSA RW 2015 foi o seguinte: o restaurante cumpriu com louvor a proposta do evento ao nos fazer conhecer o local e querer voltar mais vezes para experimentar outras delícias da casa. Além das belíssimas apresentações de todos os Pratos, ficou evidente o conhecimento do chef em misturar ingredientes para que o resultado final ficasse impecável. Recomendamos fortemente o local!

Os Mastigadores estiveram no Zank by Toque Hotel a convite da organização da Restaurant Week para a elaboração deste post.

Zank by Toque Hotel
Rua Almirante Barroso, 161 (ver mapa)
Rio Vermelho
(71) 3083-4000

30 de mai de 2015

Salvador Dali - SSA RW 2015

Em mais uma aventura gastronômica referente à Salvador Restaurant Week 2015, foi a vez de fazermos uma visita ao restaurante Salvador Dali. Confira!

Salvador Dali

Entradas

Salada Ierushalmi (Tomate e Pepino em cubos, Salsa, Cebolinha, Hortelã, Castanhas e Queijo Coalho tostado): A porção é reduzida, mas suficiente para abrir o apetite para as próximas etapas. A apresentação agrada devido ao colorido e o sabor não decepciona, ganhando pontos com a presença do Queijo Coalho tostado e agradando bastante pela refrescância proporcionada.

Salvador Dali na Salvador Restaurant Week 2015: Salada Ierushalmi
A Salada Ierushalmi do Salvador Dali
Queijo Coalho com Abacaxi Caramelizado: Super aprovada! O Queijo Coalho estava uma delícia e combinou bem com o doce do Abacaxi Caramelizado. A quantidade também estava bastante adequada.

Salvador Dali na Salvador Restaurant Week 2015: Queijo Coalho com Abacaxi Caramalizado
O Queijo Coalho com Abacaxi Caramelizado do Salvador Dali
Ainda existe uma terceira opção de Entrada, a Casquinha de Siri.


Pratos Principais

Bacalhau Leonezi (Bacalhau com Batata, Brócolis, Pimentão colorido, Azeite de Oliva e Cebola, acompanhado de Arroz Jardineiro): Um Prato muito bem apresentado e em quantidade adequada, agradou também pelo sabor. O Bacalhau estava salgado na medida certa e os acompanhamentos harmonizaram-se muito bem. Uma boa pedida!

Salvador Dali na Salvador Restaurant Week 2015: Bacalhau Leonezi
O Bacalhau Leonezi do Salvador Dali
Filé ao Molho Poivre acompanhado de Arroz com Brócolis: Um prato robusto, com Filé alto repleto de bastante Molho. O Arroz se destaca pouco, já que o Molho tem tempero forte e bastante apimentado, o que termina roubando o sabor do primeiro. Não é o primeiro Filé ao Molho Poivre que mastigamos e este foi, indiscutivelmente, o mais picante até o momento! Pode não agradar aqueles que não gostam de Pimenta e até mesmo quem gosta!

Salvador Dali na Salvador Restaurant Week 2015: Filé ao Molho Poivre com Arroz de Brócolis
O Filé ao Molho Poivre com Arroz de Brócolis do Salvador Dali
Ainda existem outras opções de Pratos Principais, como Bacalhau Lagareiro, Camarão Dali, Filé ao Molho Bordelaise, Risoto de Ensopado e Moqueca de Camarão e Peixe Tailandês (este último foi uma das nossas escolhas iniciais, mas estava indisponível)


Sobremesas

Crème Brûlée de Coco: Única opção mais elaborada e interessante de Sobremesa disponível, agradou pela quantidade e textura inconfundível da casquinha! O sabor de Coco é bastante evidente, lembrando o fruto verde, e refrescante!

Salvador Dali na Salvador Restaurant Week 2015: Crème Brûlée de Coco
O Crème Brûlée de Coco do Salvador Dali

Trufa: Disponível (ao menos na noite da nossa visita) nos sabores Limão e Coco (escolhemos a primeira opção), é, convenhamos, uma opção de Sobremesa muito aquém do restante do jantar e da proposta do evento. Estava gostosa, com o recheio lembrando o Creme utilizado nas Tortas de Limão, mas deveria causar algum constrangimento na casa incluir este item no menu preparado para a RW.

Salvador Dali na Salvador Restaurant Week 2015: Trufa
A Trufa no sabor Limão do Salvador Dali
Ainda existe uma terceira opção de Sobremesa, o Sorvete, disponível em sabores diversos. O comentário a respeito da Trufa vale também para esta opção.

O nosso balanço final do almoço preparado pelo Salvador Dali para a SSA RW 2015 foi o seguinte: A casa se preocupou em apresentar opções bem elaboradas (exceto as Sobremesas), sem excessos. Gostamos do fato de os Pratos oferecidos para a RW serem Pratos constantes no cardápio do local. Na nossa opinião, o restaurante é uma escolha interessante para quem está querendo aproveitar o evento, especialmente pelo amplo leque de opções.

Os Mastigadores estiveram no Salvador Dali a convite da organização da Restaurant Week para a elaboração deste post.

Salvador Dali
R. Borges dos Reis, 158 (ver mapa)
Rio Vermelho
(71) 3335-4593 / 3334-3854

28 de mai de 2015

Terra Brasil - SSA RW 2015

Não faz muito tempo que estivemos no Terra Brasil e eis que fizemos uma nova visita, desta vez para mastigar o menu de jantar preparado para a Salvador Restaurant Week 2015. Confira agora o que achamos!

Terra Brasil

Entradas

Salada com Queijo Brie e Molho Blue Cheese: Uma Salada com um toque de sofisticação! Muito bem apresentada e com boa quantidade, agradou bastante em especial pela presença do Brie. Excelente maneira de iniciar um bom jantar!

Terra Brasil na Salvador Restaurant Week 2015: Salada com Queijo Brie
A Salada com Queijo Brie e Molho Blue Cheese do Terra Brasil
Crepe de Bacalhau com Tomate Seco: Estava indisponível na noite da nossa visita.


Pratos Principais

Fumeiro no Molho de Cebola com Cuscuz Marroquino: Exuberante com seu colorido e fartura, impressionou pela mistura de texturas e a sobreposição entre doce e salgado. O que seria apenas um acompanhamento, competiu até o final, com a proteína, pela posição de predileto no prato. Bastante criativo e bem executado!

Terra Brasil na Salvador Restaurant Week 2015: Fumeiro com Cuscuz Marroquino
O Fumeiro no Molho de Cebola com Cuscuz Marroquino do Terra Brasil
Tilápia Empanada servida com Risotto de Limão Siciliano: Outra excelente escolha, este prato também traz excelente sabor e boa quantidade. A Tilápia estava deliciosa e só perdeu um pouco do brilho por ter apresentado, em um dos pedaços, algumas espinhas. O Risotto apresentou sabor suave e funcionou muito bem como acompanhamento do Peixe.

Terra Brasil na Salvador Restaurant Week 2015: Tilápia com Risotto de Limão Siciliano
A Tilápia Empanada servida com Risotto de Limão Siciliano do Terra Brasil

Sobremesas

Cheesecake de Coco com Calda de Frutas Vermelhas: Mais um espetáculo do menu! Fatia farta, sabor equilibrado e apresentação graciosa com o toque final de Frutas Vermelhas em calda. Agradou completamente, sem restrições e deixa claro que para uma sobremesa ser excelente não precisa ter Chocolate!

Terra Brasil na Salvador Restaurant Week 2015: Cheesecake de Coco com Calda de Frutas Vermelhas
A Cheesecake de Coco com Calda de Frutas Vermelhas do Terra Brasil
Abacaxi grelhado com Sorvete de Tapioca: Embora menos saborosa que a primeira Sobremesa, também é uma boa opção. O casamento entre o Abacaxi e o Sorvete de Tapioca funcionou muito bem e fechou com elogios este jantar!

Terra Brasil na Salvador Restaurant Week 2015: Abacaxi grelhado com Sorvete de Tapioca
O Abacaxi grelhado com Sorvete de Tapioca do Terra Brasil
O nosso balanço final do almoço preparado pelo Terra Brasil para a SSA RW 2015 foi o seguinte: O restaurante apostou num menu caprichado e bem elaborado, cheio de contrastes de sabores muito bem executados, sem descuidar do tamanho das porções. Uma opção a muito atraente nesta edição do evento!

Os Mastigadores estiveram no Terra Brasil a convite da organização da Restaurant Week para a elaboração deste post.

Terra Brasil
Salvador Shopping - 3º Piso
(71) 3022-2070
http://www.facebook.com/TerraBrasilRestaurante

26 de mai de 2015

Carro de Boi - SSA RW 2015

Assim como aconteceu nas duas edições da Salvador Restaurant Week 2014, este ano nós recebemos um delicioso convite do restaurante Carro de Boi (confira as resenhas aqui) para mastigar as iguarias preparadas para o evento!

Carro de Boi

Entradas

Caldo Fogosinho (Caldo de Culhão de Boi): Este foi o item do menu que mais causou curiosidade! O Caldo chega à mesa em uma caneca rústica, em quantidade suficiente para aguçar o apetite e agradou em termos de sabor!

Carro de Boi na Salvador Restaurant Week 2015: Caldo Fogosinho
O Caldo Fogosinho do restaurante Carro de Boi
Supremo (Bolinho) de Aipim com Carne Seca: Nós, que já conhecemos os Bolinhos da casa, estávamos de braços abertos para receber esta versão com Aipim e Carne Seca. E a expectativa criada foi atendida: a dupla estava muito saborosa!

Carro de Boi na Salvador Restaurant Week 2015: Supremo de Aipim com Carne Seca
Os Bolinhos de Aipim com Carne Seca do restaurante Carro de Boi

Pratos Principais

Maniçoba (acompanha Arroz e Farinha): Não temos muitos parâmetros para falar sobre Maniçoba; confessamos que esta foi apenas a segunda vez que mastigamos este Prato. A análise da foto deixa bem claro que a porção é muito bem servida e apresentada! A presença de Carnes e Linguiças de boa qualidade e o tempero da Folha de Louro também fizeram toda a diferença!

Carro de Boi na Salvador Restaurant Week 2015: Maniçoba
A Maniçoba do restaurante Carro de Boi
Cupim com Cebola Assada ao Molho de Alho e Purê de Banana da Terra: Mantendo o alto nível de sabor e qualidade dos Pratos anteriores, este Cupim se mostra um concorrente à altura da Maniçoba. A Carne estava muito saborosa e macia, e combinou perfeitamente com o Purê de Banana da Terra, ofuscando um pouco o sabor leve da Cebola. Gostamos muito!

Carro de Boi na Salvador Restaurant Week 2015: Cupim com Purê de Banana da Terra
O Cupim com Purê de Banana da Terra do restaurante Carro de Boi

Sobremesas

Cocada Preta com Rapadura: O que se pode falar de uma Cocada? Que é deliciosa e tem gosto de infância, todo mundo já sabe! Se ela for preparada com Rapadura, então, chega bem próximo ao nível de perfeição, sem ficar enjoativa!

Carro de Boi na Salvador Restaurant Week 2015: Cocada Preta
A Cocada Preta do restaurante Carro de Boi
Ambrosia: Uma sobremesa tradicional da casa, apresentou sabor suave e textura agradável. Deliciosa!

Carro de Boi na Salvador Restaurant Week 2015: Ambrosia
A Ambrosia do restaurante Carro de Boi
Nós ainda provamos um Suco muito interessante: o Suco de Coco Seco! Ele já vem sendo amplamente aprovado pelos clientes da casa, e não é para menos: é docinho, leve e traz pedacinhos do Coco! Ótima opção!

Carro de Boi na Salvador Restaurant Week 2015: Suco de Coco Seco
O Suco de Coco Seco do restaurante Carro de Boi
Mas os clientes que optarem por bebidas alcoólicas contam com amplo leque de opções de Cervejas especiais, que podem ser harmonizadas com os diferentes Pratos da casa.

O nosso balanço final do almoço preparado pelo Carro de Boi para a SSA RW 2015 foi o seguinte: seguindo a sua tradição, a casa resolveu oferecer a tal "Comida Retada", com suas porções fartas, fortes influências regionais e sabor evidente. Os apreciadores do estilo certamente sairão satisfeitos!

Os Mastigadores estiveram no restaurante Carro de Boi a convite para elaboração deste post.

Carro de Boi
Rua Dom Eugênio Sales, 23 (ver mapa)
Boca do Rio
(71) 3461-3110
http://www.facebook.com/carrodeboirestaurante

Tecnologia do Blogger.