31 de ago de 2013

Fast Salad [ch]

| por Catarine Heiter |

Qualquer estabelecimento cujo foco seja Saladas ou comidas leves, com certeza contará com a visita dos Mastigadores algum dia! É o tipo de coisa que a gente adora e sempre busca em algum momento.

Fast Salad

Com a Fast Salad não foi diferente. Na primeira oportunidade em que estivemos no Shopping Bela Vista após a inauguração da loja, corremos para lá!

Fast Salad: Fachada
A fachada do Fast Salad
De imediato gostamos muito do atendimento, da organização e da aparência do local (incluindo a cozinha); que fatalmente lembra uma Subway ou o seu vizinho, o Pita Pit. Somente o tempo de preparo dos nossos pratos é que merece um puxão de orelha: o estabelecimento estava completamente vazio e, mesmo assim, tivemos que esperar bastante para receber apenas dois pratos!

Mas a demora valeu à pena: nossas Saladas estavam caprichadas! Nesta aventura, optamos por mastigar as sugestões de "Saladas prontas" do cardápio. No entanto, o cliente pode escolher montar a sua de forma personalizada ou optar ainda pelos Pratos Quentes (Massas ou Proteínas). Esta ultima alternativa pode ser interessante para quem tem que almoçar diariamente na rua e precisa variar um pouco.

Gustavo, sempre mais tradicional, preferiu mastigar a de sempre: Salada Nosso Ceasar (R$ 20,90). Sendo uma velha conhecida dele, ficou fácil avaliar e estabelecer comparações. Na composição leva Alface Americana, Bacon, Queijo Parmesão, Filé de Frango, Mostarda, Pimenta do Reino Branca e Molho à base de Vinagre Balsâmico, Creme de Leite e toque Fast Salad. O diferencial fica por conta deste Molho e pela ausência dos tradicionais Croutons, tendo como resultado um sabor e uma textura que agradaram bastante!

Fast Salad: Salada Nosso Caesar
A Salada Nosso Caesar da Fast Salad
Eu preferi ficar com a Salada de Penne Integral com Ricota (R$ 20,90) e fui conquistada pela sua descrição: Brócolis, Penne Integral, Berinjela, Pimentão Amarelo, Pimentão Vermelho, Salsa, Parmesão e Molho a base de Azeite de Oliva, Tempero de Pizza e toque especial Fast Salad. Confesso que superou as minhas expectativas e entrou para o rol das melhores Saladas que já mastiguei na vida! O Molho, mais uma vez, é a estrela e garante uma explosão de sabor a cada garfada.

Fast Salad: Salada de Penne Integral com Ricota
A Salada de Penne Integral com Ricota da Fast Salad
Um ponto interessante e que merece destaque é o tamanho da porção. As Saladas são muito bem servidas e daria facilmente para termos dividido uma para duas pessoas sem muita fome. Considerando que ainda pedimos Sucos (Abacaxi e Morango, R$ 6,50 cada) para acompanhar, já dá para imaginar que saímos de lá com a saciedade no nível máximo não é?

Fast Salad: Sucos de Abacaxi e de Morango
Os Sucos de Abacaxi e de Morango da Fast Salad
Aventura gastronômica feita, satisfação garantida e nossa indicação positiva aqui no blog. Para quem também ama uma Salada, a visita é indispensável!

Fast Salad
Shopping Bela Vista - Praça de Alimentação
(71) 3460-5118

28 de ago de 2013

Confraria das Ostras [rr] - SSA RW 2013

| por Rodolfo Ribeiro |

Quando fui verificar os participantes da Restaurant Week deste ano, percebi que um restaurante que já me foi recomendado algumas vezes estava na relação: Confraria das Ostras. Aproveitei a oportunidade para ir conhecer o local e mastigar o menu exclusivo do evento.

Confraria das Ostras

Localização e estacionamento

A Confraria das Ostras fica na rua Fonte do Boi, no Rio Vermelho. Sabendo da complicação que é estacionar por lá, resolvemos (minha namorada e eu) sair um pouco mais cedo do que o habitual para um almoço de domingo e não tivemos problemas para achar vagas em frente ao restaurante, que não oferece estacionamento.

Confraria das Ostras: Fachada
A fachada da Confraria das Ostras
Ambiente e atendimento

Como chegamos relativamente cedo, escolhemos nos acomodar no ambiente interno do restaurante. É climatizado, com mesas bem distribuídas no espaço e decoração sóbria. Tudo bem claro, algumas fotografias nas paredes e uma música ambiente que tocava bem baixinho. O restaurante ainda conta com um ambiente externo, como uma varanda, que fica de frente para a rua.

Confraria das Ostras: Ambiente interno
O ambiente interno da Confraria das Ostras
Confraria das Ostras: Ambiente interno
O ambiente interno da Confraria das Ostras
O local é bem pequeno. Quando chegamos, algumas mesas já estavam ocupadas. Vinte minutos depois o salão já estava cheio e quando saímos já tinha fila de espera!

O atendimento foi extremamente discreto e reservado. Os garçons mal falavam, limitando-se a murmurar um "pois não" na maior parte do tempo. A espera para todos os Pratos e bebidas foi curta, o que é um ponto positivo para qualquer restaurante. Porém, notamos alguns deslizes. Os Pratos Principais foram trazidos enquanto ainda estávamos mastigando as Entradas, que foram "empurradas" pelo garçom para abrir espaço na mesa. Péssimo, não é? E quando acabamos as Entradas, seus pratos foram esquecidos na mesa! Péssimo novamente.

Comida

O cardápio para o almoço da Restaurant Week é o seguinte: Mexilhões ao Vinho com Mostarda de Dijon ou Carpaccio de Red Angus com Patê de Fígado de Pato, Geléia de Amora e Minitorradas para Entrada; Strozzapreti de Camarões com Tomate e Manjericão ou Bombons de Cowboy Steak Angus ao Molho de Mostarda de Dijon e Batata Gratinada para o Prato Principal; e Delícias de Chocolate com Biscoito Marroquino e Sorvete ou Musse de Limão ou Maracujá para a Sobremesa.

Como fomos em dois, escolhemos todas as opções e pudemos provar de tudo! 

Mexilhões: Delicioso! Os Mexilhões foram servidos nas Conchas, regados com a mistura de Vinho com Mostarda e acompanhados com duas Torradas. Os moluscos estavam cozidos no ponto certo e o caldo da preparação ficou excelente com as torradas! 

Confraria das Ostras: Mexilhões ao Vinho com Mostarda de Dijon
Os Mexilhões ao Vinho com Mostarda de Dijon da Confraria das Ostras
Carpaccio: O Carpaccio tinha um sabor muito suave e foi servido em uma fatia finíssima coberta com Parmesão, pequenos Temperos e Azeite de Oliva. Acompanhavam duas Torradinhas e uma pequena porção do Patê. Muito bom, porém poderia ser um pouco mais bem servida. A apresentação é bem diferente da divulgada no site do evento.

Confraria das Ostras: Carpaccio de Red Angus com Patê de Fígado de Pato, Geléia de Amora e Minitorradas
O Carpaccio de Red Angus com Patê de Fígado de Pato, Geléia de Amora e Minitorradas da Confraria das Ostras
Confraria das Ostras: Carpaccio de Red Angus com Patê de Fígado de Pato, Geléia de Amora e Minitorradas
O Carpaccio de Red Angus com Patê de Fígado de Pato, Geléia de Amora e Minitorradas da Confraria das Ostras
Confraria das Ostras: Carpaccio de Red Angus com Patê de Fígado de Pato, Geléia de Amora e Minitorradas
O Carpaccio de Red Angus com Patê de Fígado de Pato, Geléia de Amora e Minitorradas da Confraria das Ostras
Strozzapreti de Camarões: A Massa é servida num prato fundo, com ótimo cozimento e um delicioso Molho de Tomates. Os Camarões também estavam bem cozidos, mas sem nenhum gosto especial. O prato é bom, mas não encanta.

Confraria das Ostras: Strozzapreti de Camarões com Tomate e Manjericão
O Strozzapreti de Camarões com Tomate e Manjericão da Confraria das Ostras
Bombons de Cowboy Steak Angus: São dois "Bombons" de uma Carne bem suculenta com um sabor realmente muito bom. Embora o garçom não tenha nos perguntado qual o ponto de cozimento da nossa preferência (outro deslize), a Carne foi servida levemente mal passada. A Batata Gratinada estava excelente e combinava bem com o Molho de Mostarda!

Confraria das Ostras: Bombons de Cowboy Steak Angus ao Molho de Mostarda de Dijon e Batata Gratinada
Os Bombons de Cowboy Steak Angus ao Molho de Mostarda de Dijon e Batata Gratinada da Confraria das Ostras
Delícias de Chocolate: Essa Sobremesa é composta por uma espécie de Búlgaro bem consistente, um Bolinho de Chocolate com Nozes (ambos cobertos com Sorvete de Creme e Calda de Chocolate) e o Biscoito Marroquino, que tinha um sabor de Aveia e Amêndoas. Tudo muito gostoso! Destaque para o Búlgaro e ponto negativo para o Sorvete, que simplesmente derreteu na frente dos meus olhos antes de eu conseguir cortar um pedaço do Búlgaro!

Confraria das Ostras: Delícias de Chocolate com Biscoito Marroquino e Sorvete
As Delícias de Chocolate com Biscoito Marroquino e Sorvete da Confraria das Ostras
Musse de Limão ou Maracujá: Minha namorada pediu uma Musse de Limão, mas o garçom nos informou que esse sabor estava indisponível no momento. Ela ficou com o de Maracujá, de sabor bem equilibrado porém com uma consistência muito cremosa, menos firme que a Musse tradicional.

Confraria das Ostras: Musse de Maracujá
A Musse de Maracujá da Confraria das Ostras
Conclusão

A Confraria das Ostras é uma ótima opção para um almoço no Rio Vermelho. Comida muito boa e ambiente bacana! O atendimento poderia melhorar, mas voltaríamos com certeza para mastigar as famosas Ostras de Florianópolis servidas na casa!

Serviço

Confraria das Ostras
Rua Fonte do Boi, 08 (ver mapa)
Rio Vermelho
(71) 3334-7504

26 de ago de 2013

[RIP] Restaurante Montello Gourmet [ch & gr] - SSA RW 2013

[ATUALIZAÇÃO]


Este estabelecimento não está mais entre nós. Repouse em paz (R.I.P.).


| por Catarine Heiter e Gustavo Romero |

A aventura gastronômica desta resenha teve função dupla: conhecer mais um participante da Restaurant Week 2013 e celebrar o aniversário de um dos Mastigadores! Assim, matamos a nossa vontade de conhecer o Montello Gourmet, que fica pertinho de casa (em frente ao Armazém Paulistano) e, até por isso, vinha chamando a nossa atenção há algum tempo.

Restaurante Montello Gourmet

Fora da rota habitual da maioria dos soteropolitanos, o restaurante "se esconde" nas dependências do Hotel Cocoon, localizado em Jaguaribe, cujo prédio exibe uma arquitetura um tanto peculiar. À primeira vista, pode parecer pomposo demais e afastar alguns interessados, mas o requinte do hotel não chega a influenciar tão absurdamente nos preços do cardápio (os pratos individuais orbitam por volta dos R$ 50,00).

Hotel cocoon: Fachada
A fachada do Hotel Cocoon
Os ambientes onde ficam dispostas as mesas do restaurante garantem uma vista e um clima interessante do almoço ao jantar. Um espaço climatizado e reservado oferece privacidade para casais e grupos menores. Um salão anexo, com paredes ornamentadas por bambus, é mais uma opção de ambiente com bastante personalidade. Por outro lado, dada à grande quantidade de ventiladores nas paredes do local, suspeitamos que, durante o dia, a temperatura seja alta e cause algum desconforto

Restaurante Montello Gourmet: Ambiente interno
Um dos ambientes internos do Montello Gourmet
Mas foi a parte externa, com vista para a área da piscina, que nos conquistou na noite desta aventura. A iluminação perfeita surpreende quando garante diversas cores à piscina! Um detalhe que não passa despercebido!

Restaurante Montello Gourmet: Ambiente externo
O ambiente externo do Montello Gourmet
Restaurante Montello Gourmet: Ambiente externo
O ambiente externo do Montello Gourmet
Restaurante Montello Gourmet: Ambiente externo
O ambiente externo do Montello Gourmet
Fomos recebidos por uma atendente muito simpática e solícita, que estava totalmente a par do evento gastronômico e conhecia bem o cardápio. Um ponto de melhoria é o tempo de espera pelos Pratos, que foi bastante dilatado.

A especialidade da casa é a cozinha italiana e, diversos pratos e combinações que fogem ao tradicional estão listados no cardápio. Em linhas gerais, os clientes vão encontrar opções de Saladas, Massas, Risotos, Carnes e Frutos do Mar. Os itens oferecidos pelo menu da Restaurant Week são específicos para o festival, mas, examinando o cardápio, encontramos opções bem próximas, o que demonstra a preocupação do local em ser fiel ao seu estilo para aqueles que optarem pelo evento.

As Entradas oferecidas foram Cocktail di Calamari (Coquetel de Lula) ou Tartar di Salmone (Tartar de Salmão).

Cocktail de Lula: Fomos enfeitiçados pela criatividade desta Entrada! A execução parece relativamente simples, com uma camada-base de Azeitonas Pretas, uma camada de Tomates Vermelhos e, por cima, um  Purê a base de Lulas. No entanto, toda esta "simplicidade" chega à mesa em uma apresentação interessante e com um aroma que aguça o apetite! Recomendada!

Restaurante Montello Gourmet: Coquetel de Lula
O Coquetel de Lula do Montello Gourmet
Tartar de Salmão: A apresentação da Entrada estava impecável e a tornou ainda mais apetitosa! O  Salmão estava muito bem temperado e bastante fresquinho, e os Pães que acompanharam o Prato estavam macios e saborosos. Agradou bastante!

Restaurante Montello Gourmet: Tartar de Salmão
O Tartar de Salmão do Montello Gourmet
Os Pratos Principais foram Capesante al forno con Tagliatelle al Pesto (Vieiras Gratinadas, com Tagliatelle ao Molho Pesto) ou Tagliata di Filetto alla Crema di Tartufo con Patate allo Zafferano (Fatias de Filé Mignon com Creme de Trufa e Batatas ao Açafrão).

Vieiras gratinadas: Nós ainda não tínhamos tido a oportunidade de mastigar Vieiras, e não sabíamos exatamente o que nos esperava. E, felizmente, o sabor do Prato superou totalmente as nossas melhores expectativas! Foram servidos em Conchas que não soubemos identificar se eram artificiais ou se foram as próprias conchas do Molusco. O ponto do Tagliatelle estava sensacional e o Pesto bastante equilibrado. Um conjunto extremamente harmônico, bonito e muito, muito gostoso! No cardápio tradicional do restaurante, as Vieiras são servidas acompanhadas de Risoto.

Restaurante Montello Gourmet: Vieiras Gratinadas, com Tagliatelle ao Molho Pesto
As Vieiras Gratinadas, com Tagliatelle ao Molho Pesto do Montello Gourmet
Filé Mignon: Perto do prato com Vieiras, esta opção ficou um pouco apagada. O sabor estava dentro do esperado e, assim como o outro Prato, a porção pode ser considerada pequena por algumas pessoas. No entanto, se considerarmos que as Entradas já não foram tão leves e ainda tínhamos as Sobremesas pela frente, consideramos que os Pratos Principais foram servidos em porções equilibradas, garantindo saciedade confortável para um jantar. Não podemos nos esquecer de citar que este é um Prato que faz parte do cardápio de rotina do restaurante!

Restaurante Montello Gourmet: Filé Mignon com Creme de Trufas e Batatas ao Açafrão
O Filé Mignon com Creme de Trufa e Batatas ao Açafrão do Montello Gourmet
Finalizando, as Sobremesas foram Tiramisù ou Torta ai tre Cioccolati (Torta de três Chocolates).

Tiramisú: Apresentação fantástica, textura leve e porção bem servida! Adoramos o sabor e consideramos um dos melhores que já mastigamos nesses anos de aventuras gastronômicas!

Restaurante Montello Gourmet: Tiramissù
O Tiramissù do Montello Gourmet
Torta de três Chocolates: Talvez o nome "Torta" não tenha sido o mais adequado, pois, a nosso ver, esta Sobremesa estava mais para um Creme consistente de Chocolates. São três camadas (de Chocolate Ao Leite, Branco e Meio Amargo, aparentemente), mas não é possível perceber os sabores de cada uma delas separadamente. O sabor estava agradável - mas nada que tenha nos feito suspirar - e a apresentação, muito boa, com detalhes como uma Cereja e Folhas de Hortelã.

Restaurante Montello Gourmet: Torta de Três Chocolates
A Torta de Três Chocolates do Montello Gourmet
Em geral, podemos dizer que tivemos um jantar agradabilíssimo e muito saboroso, suficiente para tornar a comemoração do aniversário ainda mais feliz! Sem dúvida, o Montello Gourmet é um excelente participante da Restaurant Week e, mantendo este padrão fora do festival, certamente agradará até os clientes mais exigentes.

Restaurante Montello Gourmet 
Rua Haeckel José de Almeida, 238 (ver mapa)
Jaguaribe

24 de ago de 2013

The Beef [va] - SSA RW 2013

| por Verena Albuquerque |

Aproveitando a ocorrência da Restaurant Week na cidade, voltei a um lugar em que eu, como boa carnívora, adoro mastigar! O The Beef, restaurante aberto em 2012, apresentou um menu bem interessante para o evento esse ano, e eu não perdi a oportunidade de ir até lá conferir!

The Beef

Localização e estacionamento

O The Beef está localizado na Rua São Paulo, na Pituba, ao lado do Restaurante La Pasta Gialla. A fachada do local não chama muito a atenção, porém, não é difícil localizá-lo no entorno.

The Beef: Fachada
A fachada do The Beef
O restaurante não conta com estacionamento próprio, mas oferece o serviço de manobrista. Como achamos uma vaga em frente, acabei esquecendo de verificar se o serviço é cobrado ou se é cortesia.

Ambiente e atendimento

O estabelecimento possui uma decoração discreta e elegante, valorizando a imponente Adega que fica no centro do salão. A iluminação é bem difusa, dando um clima aconchegante e romântico ao local.

The Beef: Ambiente
O ambiente do The Beef
O restaurante também conta com um pequeno Empório, comercializando produtos gourmets, como Queijos, Chorizos e algumas Ervas especiais da marca Bombay Herbs & Spices, além dos Vinhos presentes na Adega.

The Beef: Adega
A Adega do The Beef
The Beef: Empório
O Empório do The Beef
O atendimento foi correto mas pouco atencioso. Como tínhamos feito reserva, fomos logo encaminhados à nossa mesa e já fizemos nossas escolhas do menu da Restaurant Week.

Comida

Para o evento, o restaurante ofereceu como opções de Entrada a Brusqueta Tradicional Italiana (Pão Rústico, Mussarela e Manjericão) ou o Crostini de Cogumelos (Pão Rústico, Shiitake e Shimeji). Por curiosidade, preferi a segunda opção, o que veio a ser uma escolha acertadíssima! O Pão estava delicioso, quentinho e com a cobertura farta. Uma pena que foi tão pequeno!

The Beef: Crostini de Cogumelos
O Crostini de Cogumelos do The Beef
Como opções de Prato Principal, Bacalhau a Brás ou Bife de Chorizo acompanhado de Batata Assada recheada com Creme de Alho e Cubos de Bacon. Eu tive que escolher o Bife de Chorizo! Como disse antes, sou fascinada por Carne e não tive nenhuma dificuldade em fazer a minha escolha! ;)

The Beef: Bife de Chorizo acompanhado de Batata Assada
O Bife de Chorizo acompanhado de Batata Assada do The Beef
The Beef: Bife de Chorizo
O Bife de Chorizo do The Beef
The Beef: Batata Assada recheada com Creme de Alho e Cubos de Bacon
A Batata Assada recheada com Creme de Alho e Cubos de Bacon do The Beef
O ponto da Carne estava perfeito, o sabor maravilhoso, sem muita informação, mantendo a Carne como estrela do prato. A Batata tinha pouco recheio, com um sabor discreto e leve, harmonizando lindamente com o Bife de Chorizo! O tamanho da porção é perfeito para uma pessoa.

De Sobremesa, podíamos escolher entre Sorvete Artesanal nos sabores Pistache, Baunilha, Chocolate Belga ou Frutas Tropicais ou uma Musse de Chocolate Belga Meio Amargo. Eu escolhi mastigar o Sorvete de Chocolate Belga e não me arrependi. Super cremoso e não muito doce, tinha uma textura bem aveludada, diferente de qualquer sorvete que já provei! Pediria novamente sem hesitar.

The Beef: Sorvete Artesanal de Chocolate Belga
O Sorvete Artesanal de Chocolate Belga do The Beef
Preço

Como tínhamos feito a reserva para a Restaurante Week, recebemos apenas o cardápio referente ao evento, porém, como já mastiguei anteriormente no restaurante, posso dizer que os preços praticados pelo The Beef  seguem a linha dos restaurantes mais refinados da cidade e, na minha opinião, está de acordo com a qualidade dos pratos e do ambiente oferecidos. Os pratos individuais custam cerca de R$ 65,00.

Conclusão

O The Beef é um excelente restaurante para um jantar ou almoço especial, com pratos deliciosos, uma variada Carta de Vinhos além do ambiente romântico e acolhedor.  Já conhecia o estabelecimento e a ótima impressão que tive na primeira visita, permaneceu nessa segunda experiência. Sem dúvida um local que merece ser visitado!

Serviço

The Beef
Rua São Paulo, 498 (ver mapa)
Pituba
(71) 3248-3477
http://www.thebeef.com.br

21 de ago de 2013

Quiznos [gr]

| por Gustavo Romero |

Os "puristas gourmets" que nos perdoem, mas nós também gostamos muito de mastigar Sanduíches! E, se é verdade que, por motivos óbvios, não existem resenhas no Mastigando em Salvador sobre representantes das grandes redes de fast-food (McDonald's, Burger King, Subway etc.), isso não significa que nós, eventualmente, não mastiguemos os Sanduíches deles! E foi por isso que corremos para conhecer a mais nova Lanchonete da cidade, a Quiznos, inaugurada recentemente na praça de alimentação do Salvador Shopping!

Quiznos

A marca tem mais de 30 anos de história e já ultrapassou a marca de 3.000 lojas espalhadas por cerca de 30 países. Chegou ao Brasil (Brasília/DF) apenas em 2011 e, agora, oferece também aos soteropolitanos a possibilidade de mastigar seus Sanduíches, Saladas, Sopas e Sobremesas, todos feitos a partir de receitas preparadas por chefs de cozinha, segundo informações do material publicitário.

Quiznos: fachada
A fachada da Quiznos no Salvador Shopping
Logo que chegamos, recebemos aquela tradicional abordagem da atendente com seus cardápios. No entanto, rapidamente conseguimos nos desvencilhar dela e analisar o que a casa oferece com calma. As opções de Sanduíches contam com recheios de Carne, Aves (Peito de Peru e Frango), Presunto, Atum e Queijo

Acabamos optando pelo Sanduíche Peito de Peru Ranch (Molho Ranch, Tomate, Cebola, Alface, Peito de Peru, Queijo Suíço e Orégano) e pelo Sanduíche Dois Queijos Vegetariano (Molho Garlic, Tomate, Cebola, Pepino, Pimentão, Mix de Folhas, Cogumelo, Queijo Cheddar, Queijo Mussarela, Orégano e Azeitona Preta). Em seguida, é preciso escolher o tamanho do Sanduíche (Pequeno, Regular ou Grande) e escolhemos o tamanho Regular para ambos. Por fim, define-se o tipo de Pão (Integral, Com Ervas ou Branco). O de Peito de Peru ficou com o Pão Integral e o de Dois Queijos, com o Pão de Ervas. Escolhemos, também, para um dos Sanduíches, a opção do Combo, no tamanho Regular, que contempla um refrigerante médio e uma Batata-Frita ou Brownie ou Cookie (ficamos com a Batata).

Na hora de fechar o pedido e efetuar o pagamento, observamos que a caixa estava nitidamente atrapalhada. O processo acabou demorando mais do que o normal, depois de recapitularmos o pedido um par de vezes, mas sem comprometer o processo. Vencida a etapa, nos surpreendemos com o tempo extremamente reduzido para receber os pedidos! Nem bem começamos a esperar e os Sanduíches já estavam prontos!

A apresentação dos Sanduíches estava bastante satisfatória e o tamanho regular é bem razoável (um pouco mais comprido, mais largo e mais alto do que o Sanduíche de 15 cm da Subway; só depois nos ocorreu que deveríamos ter pedido tamanhos diferentes para fazer a comparação, mas isso fica para a próxima). E o sabor? Agradou bastante! O Pão Integral é saboroso e um pouco denso e os ingredientes do Sanduíche de Peito de Peru demonstravam estar bem frescos. O sabor do Molho Ranch, no entanto, quase não foi percebido. No caso do Sanduíche de Dois Queijos, o sabor do Pão foi um dos destaques! Definitivamente as Ervas fizeram toda a diferença! O recheio seguiu o mesmo padrão, com ingredientes saborosos e frescos. Aqui, a falta de sabor do Molho também foi notada, o que nos fez suspeitar que a quantidade utilizada pelo chef foi subdimensionada. No geral, achamos os Sanduíches muito bons!

Quiznos: Sanduíche Dois Queijos Vegetariano no Pão com Ervas
O Sanduíche Dois Queijos Vegetariano no Pão com Ervas da Quiznos
Quiznos: Sanduíche Dois Queijos Vegetariano no Pão com Ervas
O Sanduíche Dois Queijos Vegetariano no Pão com Ervas da Quiznos
Quiznos: Sanduíche Peito de Peru Ranch no Pão Integral
O Sanduíche Peito de Peru Ranch no Pão Integral da Quiznos
Quiznos: Sanduíche Peito de Peru Ranch no Pão Integral
O Sanduíche Peito de Peru Ranch no Pão Integral da Quiznos
Quiznos: Combo (Refrigerante e Batata-Frita)
O Combo (refrigerante e Batata-Frita) da Quiznos
Terminada a refeição, observamos o (supostamente) gerente abordando os clientes para conhecer a opinião deles. Nós elogiamos o sabor e o tempo de preparo, e ele informou que o processo e o maquinário utilizado auxiliam na velocidade. Certamente esta prática de conversar os clientes não vai durar muito tempo, o que não torna a iniciativa menos válida.

Os preços não assustam, mas também não podem ser considerados como camaradas. Os Sanduíches mais baratos são os do grupo +QBarato, do qual o Dois Queijos faz parte, e custam R$ 11,40 (gde), R$ 8,75 (reg) ou R$ 6,95 (peq). O de Peito de Peru faz parte do grupo Sanduíches Internacionais, que custam R$ 19,95 (gde), R$ 16,95 (reg) ou R$ 12,95 (peq). O grupo mais é o de Carne Premium, cujos representantes custam R$ 22,45 (gde), R$ 18,95 (reg) ou R$ 13,95 (peq). Os Combos (Refrigerante e Batata-Frita ou Brownie ou Cookie) incrementam R$ 6,95 (gde), R$ 6,45 (reg) ou R$ 5,95 (peq) ao preço dos pratos. As Saladas custam R$ 13,95 (gde) ou R$ 7,95 (peq) e as Sopas, R$ 8,90.

Tivemos uma experiência positiva na Quiznos! Os Sanduíches não são um primor de sabor, mas agradam bastante ao oferecerem ingredientes frescos e de boa qualidade. Considerando que a casa tinha menos de 1 semana de funcionamento no dia da nossa visita, eles estão de parabéns! Afinal, nem todos têm a competência de estrear oferecendo um bom padrão aos clientes...

Quiznos
Salvador Shopping - Praça de Alimentação

18 de ago de 2013

Hotel Villa Bahia [ch & gr] - SSA RW 2013

| por Catarine Heiter e Gustavo Romero |

Depois de avaliar exaustivamente os cardápios dos restaurantes participantes da Restaurant Week 2013, finalmente fizemos a nossa primeira aventura gastronômica, aproveitando ainda, a pré-semana do evento. A verdade é que não conseguimos fazer a reserva no restaurante que foi a nossa primeira opção, então acabamos optando pelo Hotel Villa Bahia!
 
Hotel Villa Bahia

Localização e estacionamento

O hotel funciona no Pelourinho (Largo do Cruzeiro de São Francisco), bem próximo à Igreja de São Francisco. Para estacionar, preferimos utilizar o estacionamento localizado na região da Baixa dos Sapateiros (Rua J. J. Seabra) e caminhar um pouco até o local, aproveitando o dia bonito que estava fazendo.

Hotel Villa Bahia: Fachada
A fachada do Hotel Villa Bahia
Hotel Villa Bahia: Fachada
A fachada do Hotel Villa Bahia
Ambiente e atendimento

Explorar o ambiente é, literalmente, fazer uma viagem no tempo. São dois casarões coloniais dos séc. XVII e XVIII e reformados para se tornarem hotel e restaurante, mantendo muitas características originais e um mobiliário imponente. Entre a varanda, o salão principal e  salão de entrada; optamos pelo segundo: bem ornamentado e relativamente iluminado por luz natural, pecou apenas pelo tamanho.

Hotel Villa Bahia: Ambiente do restaurante
O ambiente do restaurante do Hotel Villa Bahia
Hotel Villa Bahia: Ambiente do restaurante
O ambiente do restaurante do Hotel Villa Bahia
Hotel Villa Bahia: Ambiente do restaurante
O ambiente do restaurante do Hotel Villa Bahia
Hotel Villa Bahia: Ambiente do restaurante
O ambiente do restaurante do Hotel Villa Bahia
A oportunidade de visitar o ambiente do hotel, anexo ao restaurante, torna a experiência ainda mais interessante!

Hotel Villa Bahia: Ambiente
O ambiente do Hotel Villa Bahia
Hotel Villa Bahia: Ambiente
O ambiente do Hotel Villa Bahia
Um fato interessante sobre o local foi a descoberta de um mikvé (local onde são realizados banhos sagrados para purificação judaica) que, segundo matéria do jornal Correio, pode ser a prova mais antiga da prática do judaísmo em toda a América Portuguesa. Infelizmente havia um aviso proibindo fotografar o local.

O atendimento, por sua vez, foi um tanto atrapalhado. Apesar de a nossa reserva estar devidamente registrada, observamos que o restaurante não se preparou adequadamente para o festival. Muita improvisação foi feita para acomodar todos os clientes (mesmo que todos tenham feito as suas reservas) e a atendente, embora extremamente simpática, poderia ser tudo, menos uma garçonete. Ela nitidamente estava confusa e não conhecia a mecânica da Restaurant Week que, convenhamos, é absolutamente trivial.

Além disso, a demora em receber os pratos foi imensa. As Entradas levaram mais de 30 minutos para serem servidas. Depois que as terminamos, ainda tivemos que aguardar outros 20 minutos para receber os Pratos Principais. A Sobremesa não demorou muito, mas a conta também quase não chegou. 

Comida e bebida

Apesar de o menu da Restaurant Week ser fixo, pedimos para examinar o cardápio tradicional do restaurante. Observamos que as opções do festival são exclusivas, mas encontramos alguns Pratos cuja composição era próxima daqueles que mastigamos.

Sendo assim, os clientes encontram opções de Entradas (Carpaccio, Ceviche, Sopas etc.), Peixes e Frutos do Mar (Pratos a base de Camarão, Bacalhau, Lagosta e Peixes), Carnes e Aves (Além das tradicionais, existem opções a base de Pato e Cordeiro), Massas e Risotos, Pratos Vegetarianos, Pratos Regionais (Moqueca, Bobó etc.) e Sobremesas.

O restaurante também oferece uma Carta de Vinhos não muito grande.

Naturalmente, nós escolhemos, cada um, uma opção diferente do menu RW. Vamos a elas:

- Entradas:

Sopa fria de Abacate e Maçã Verde com Salmão Defumado, Ervas e Flores: Além da Guacamole, nós ainda não havíamos nos arriscado em nenhuma receita salgada que levasse Abacate. A apresentação do Prato, mostrada no site do festival, nos encantou. E o sabor surpreendeu; estava bastante saborosa! A Sopa é leve e o toque cítrico é o charme principal, maravilhosamente complementado pelo sabor do Salmão Defumado. Não é um prato que vai contar com a simpatia de qualquer pessoa, claro. É uma proposta voltada para quem gosta de aventurar-se em novas texturas e sabores!

Hotel Villa Bahia: Sopa fria de Abacate e Maçã Verde
A Sopa Fria de Abacate e Maçã Verde do Hotel Villa Bahia
Bacalhau Gratinado com Batata-Baroa, Alho-Poró e Migas de Pão: Apresenta um sabor muito mais confortável que o da Sopa, e é voltada para pessoas menos aventureiras! A Batata-Baroa nada mais é que outro nome da tradicional Mandioquinha que, nesta Entrada, é servida na consistência de Purê. A harmonia com o Bacalhau é perfeita e as Migas de Pão (Pão torrado e esfarelado) deram um toque especial. Apenas o sabor do Alho Poró é que foi um pouco difícil de identificar.

Hotel Villa Bahia: Bacalhau Gratinado
O Bacalhau Gratinado do Hotel Villa Bahia
- Pratos Principais

Bife Ancho ao Molho Bourguignon com Purê de Inhame e Tomates Confitados: A porção, sem dúvida, é muito bem servida (tanto que, a Catarine - que foi quem mastigou o Prato - até dispensaria a Sobremesa). A Carne estava no ponto perfeito e o Molho é bastante generoso. Como o mesmo tem um sabor forte de Alecrim, inicialmente foi um pouco difícil acostumar com seu sabor. No entanto, o equilíbrio é conquistado com a neutralidade do Purê de Inhame. 

Hotel Villa Bahia: Bife Ancho ao Molho Bourguignon
O Bife Ancho ao Molho Bourguignon do Hotel Villa Bahia
Peixe Robalo em Crosta de Castanhas, com Arroz Negro cozido em Caldo de Lagosta e Legumes Salteados: O Peixe estava saboroso mas com a textura ligeiramente esfarelada, fato que não agradou totalmente. A Crosta de Castanhas dá um toque interessante ao Prato que conta, ainda, nas laterais, com um Caldinho ralo cujo sabor levemente azedo lembrou o Maracujá. Gostamos também do Arroz negro, embora ele não tenha sido o mais saboroso que já mastigamos. No geral, o Robalo pareceu ser um pouco inferior ao Bife Ancho.

Hotel Villa Bahia: Peixe Robalo com Arroz Negro
O Peixe Robalo com Arroz Negro do Hotel Villa Bahia
- Sobremesas

Trifles de Maracujá com Crumble de Chocolate e Morango: O nome é pomposo, mas a Sobremesa é bem parecida com uma Mousse de Maracujá, daquelas bem deliciosas! O Morango não acrescentou muito em sabor, mas deixou o colorido da Sobremesa mais alegre. Quem garantiu o sorriso foi a "farofinha", cujo sabor fechava o "azedinho" do Maracujá.

Hotel Villa Bahia: Trifles de Maracujá
O Trifles de Maracujá do Hotel Villa Bahia
Torta de Banana com Sorvete de Tapioca, Crocante de Castanhas e Calda de Tamarindo: A Torta e Banana, na sua simplicidade, estava deliciosa! Talvez se tivesse sido servida quente, combinaria ainda mais com o Sorvete de Tapioca. A Calda de Tamarindo teria a função de constrastrar com a neutralidade da Tapioca, mas a quantidade era tão pequena que serviu apenas como ornamentação do prato.

Hotel Villa Bahia: Torta de Banana com Sorvete de Tapioca
A Torta de Banana com Sorvete de Tapioca do Hotel Villa Bahia
Preço

Da análise do cardápio, pudemos observar que os preços normalmente cobrados pelo restaurantes não são exagerados. A média dos Pratos individuais gira em torno de R$ 40,00 a R$ 50,00. Considerando a localização turística (que costuma inflacionar os preços) e a qualidade dos Pratos (a julgar por aquilo que mastigamos), vale a visita!

Conclusão

Apesar dos tropeços no atendimento, a experiência impulsionada pela Restaurant Week cumpriu o seu papel: trata-se de um restaurante para voltar outras vezes! O ambiente associado ao cardápio promete boas refeições a quem seguir esta dica!

Serviço

Hotel Villa Bahia
Largo do Cruzeiro de São Francisco, 18 (ver mapa)
Pelourinho
(71) 3322-4271

Tecnologia do Blogger.