25 de jun de 2015

Adam Cozinha Originária [gr]

| por Gustavo Romero |

Nós adoramos quando um restaurante nos impressiona e supera as nossas expectativas! E assim aconteceu com o Adam Cozinha Originária (antigo Natora). É tanto que, num intervalo de uma semana, fomos mastigar lá duas vezes, fato que não é nada usual para nós. Confira agora os motivos!

Adam Cozinha Originária

Localização e estacionamento

O restaurante funciona no bairro do Itaigara, ao lado do pequeno shopping Empório Itaigara, no imóvel onde funcionou, anteriormente, o restaurante Calorias Na Medida. Em frente à casa existem algumas vagas para estacionamento, que, em dias de maior movimento, podem ser insuficientes.

Adam Cozinha Originária: Fachada
A fachada do Adam Cozinha Originária
Adam Cozinha Originária: Fachada
A fachada do Adam Cozinha Originária
Adam Cozinha Originária: Fachada
A fachada do Adam Cozinha Originária
Ambiente e atendimento

O restaurante é dividido em duas partes, interna e externa. Nas duas ocasiões em que mastigamos no local, optamos pela interna, que é climatizada e, em português claro, "uma graça". O ambiente é bem iluminado, muito colorido e com muitos elementos decorativos de regiões interioranas, como peneiras funcionando como lustres, lampiões nas paredes, vasos de barro com flores secas, móveis rústicos e a presença de muitos elementos em madeira.

Adam Cozinha Originária: Ambiente interno
O ambiente interno do Adam Cozinha Originária
Adam Cozinha Originária: Ambiente interno
O ambiente interno do Adam Cozinha Originária
Adam Cozinha Originária: Ambiente interno
O ambiente interno do Adam Cozinha Originária
A parte externa tem menos elementos decorativos, mas segue pela mesma linha.

Adam Cozinha Originária: Ambiente externo
O ambiente externo do Adam Cozinha Originária
O atendimento é mais um dos destaques da casa. É bem verdade que não chegamos a pegar o restaurante cheio, mas é fácil considerar o atendimento como primoroso. Destacamos a atuação do garçom Rômulo, que além de extremamente atencioso e simpático, foi muito proativo, dando sugestões de Pratos e Sucos, e bastante convincente, quando não pretendíamos pedir uma Sobremesa.

Tivemos também a oportunidade de conversar com o chef Adam Schnitman, que fez questão de dar algumas dicas sobre uma Sobremesa que pedimos na primeira visita e, na segunda, de conversar longamente sobre o restaurante, seus Pratos, ingredientes e conceito, mesmo sem saber que nós estávamos ali não apenas como clientes, mas também como blogueiros (como nossos leitores habituais sabem, as nossas visitas são voluntárias, anônimas e custeadas por nós).

Comida e bebida

Se até então tudo tinha agradado, a melhor parte ainda estava para chegar: o cardápio, que lista opções de Entradas, Saladas, diversos tipos de Molhos para o Pappardelle, que é a Massa servida pela casa, Proteínas (Carne, Frango, Salmão) e Pizzas! Ok, à primeira vista, não parece nada de mais, mas, acredite, embora o cardápio não seja muito abrangente, deixa o cliente salivando a cada item listado!

Na nossa primeira visita, pedimos uma Salada e uma Massa. A Salada foi a Lapão, feita com Mix de Folhas, Cebola Roxa, Tomate Cereja, Castanhas, Molho de Mostarda Dijon com Mel e Chips de Batata Doce. Prato refrescante, com quantidade de Molho equilibrada, que não rouba o sabor dos outros elementos! O destaque fica por conta das Castanhas e dos deliciosos Chips de Batata Doce, que trazem personalidade à Salada. A porção poderia ser um pouco mais generosa; quem optar por esta Salada deve pensar em pedir uma Entrada.

Adam Cozinha Originária: Salada Lapão
A Salada Lapão do Adam Cozinha Originária
O Molho que escolhemos para o Pappardelle contém um Mix de Cogumelos Frescos e Nirá, salteados na Manteiga e regados a Molho de Ostra. A porção, assim como da Salada, não é das maiores, mas o sabor é incrível! Havia excelente quantidade de Nirá (que, na foto, ficou um pouco escondido, abaixo da Massa) e de Cogumelos, e a combinação dos ingredientes arrancou suspiros!

Adam Cozinha Originária: Pappardelle com Molho de Cogumelos Frescos e Nirá
O Pappardelle com Molho de Cogumelos Frescos e Nirá do Adam Cozinha Originária
Para a Sobremesa, fomos de Cubo Gelado de Chocolate com Farofa de Amêndoas, uma Sobremesa bonita, refrescante e com sabor surpreendente. O Cubo vem acompanhado de algumas folhas de Menta e, parafraseando a instrução dada pelo chef, não deixe de mastigá-las junto do Chocolate! O resultado é sensacional! A Farofa de Amêndoas dá um toque mais do que especial à Sobremesa. Maravilhosa!

Adam Cozinha Originária: Cubo Gelado de Chocolate com Farofa de Amêndoas
O Cubo Gelado de Chocolate com Farofa de Amêndoas do Adam Cozinha Originária
Depois de um excelente jantar, decidimos que não poderíamos deixar de retornar à casa para provar as Pizzas, que nos chamaram a atenção quando foram servidas em uma mesa próxima. E assim fizemos: uma semana depois, lá estávamos nós de novo!

As Pizzas são servidas em tamanho único, de 8 fatias. A Massa é extremamente fina, e a recomendação é deixar os talheres de lado e usar as mãos, protegidas por luvas. 

Nós escolhemos os sabores Repente (Salmão Curado, Cebola Roxa e Alcaparras) e Tamita (Mix de Cogumelos, Nirá, Pimenta Sriracha e Molho de Ostras). Este último sabor foi uma sugestão do garçom e quase uma repetição do Molho da Massa que mastigamos na primeira visita, mas que, em matéria de Pizza, é algo bem pouco usual. 

Como esperado, a Pizza estava sensacional! Ambos os sabores encantaram nosso paladar, cada um à sua maneira. O Salmão estava delicioso e combinou perfeitamente com as Alcaparras. Já o Mix de Cogumelos junto com o Nirá, mais uma vez, arrancou suspiros.

Adam Cozinha Originária: Pizza metade no sabor Nirá com Mix de Cogumelos, metade no sabor Salmão com Alcaparras
A Pizza Metade Tamita, metade Repente do Adam Cozinha Originária
E aqui nos deparamos com, talvez, a única falha no atendimento do garçom, que disse que uma Pizza serve bem duas pessoas. Não, não serve. Por mais que sejam 8 pedaços, como a Massa é muito fina, o Prato não sustenta (e olha que não somos gulosos...). Aliado a isso, o fator "Pizza deliciosa" também conspira para que se peça mais uma. E assim nós fizemos!

A segunda Pizza que pedimos foi nos sabores Madá (Peito de Peru Defumado, Tomate Cereja e Queijo Provolone) e C'est La Vie (Cebola Roxa, Berinjela e Ricota). Mantendo o padrão, os sabores também agradaram muito! O aroma do Provolone estava delicioso e evidente, e o Queijo complementou muito bem o sabor do Peito de Peru. O outro sabor, mais uma opção ovo-lacto vegetariana além da indicada no cardápio, se destacou pelo sabor da Berinjela com a Cebola e pela forma como a Ricota compõe o prato. Ambos aprovados!

Adam Cozinha Originária: Pizza metade no sabor Peito de Peru com Provolone, metade no sabor Cebola com Berinjela
A Pizza metade C'est La Vie, metade Madá do Adam Cozinha Originária
Para beber, mais uma sugestão do garçom: um Suco de Abacaxi com Menta. Quase um frozen, é, obviamente, muito refrescante, e delicioso! Uma excelente pedida!

Adam Cozinha Originária: Suco de Abacaxi com Menta
O Suco de Abacaxi com Menta do Adam Cozinha Originária
Nós já estávamos decididos a encerrar o jantar quando o garçom (sempre ele!) nos convenceu a pedir uma Sobremesa. O estômago já estava cheio, mas a experiência gastronômica estava sendo tão positiva que acabamos aceitando o argumento dele (é maravilhoso; se não gostarem, será uma cortesia) e aceitamos a sugestão do Crème Brûlée de Coco. E ele tinha razão! O Creme estava, de fato, maravilhoso, com sabor suave de Coco, ótima consistência e a tradicional casquinha, fácil de quebrar. A porção também veio num tamanho maior do que esperávamos.

Adam Cozinha Originária: Crème Brûlée de Coco
O Crème Brûlée de Coco do Adam Cozinha Originária
Alguns dos pontos fortes da casa, nós não chegamos a aproveitar. Primeiro, o almoço executivo, que é oferecido todos os dias da semana (exceto segunda-feira, quando o restaurante está fechado). A casa também trabalha com happy hour, de terça a quinta (as Entradas saem com 15% de desconto). E os drinks, feitos com a Cachaça preparada pelo próprio chef Adam, que não provamos porque não bebemos álcool (ou melhor, eu não bebo, porque a Catarine deu uma "bicadinha" em alguns dos Licores disponíveis, inclusive, para venda, e achou muito saborosos!).

Preço

Se até o momento estávamos satisfeitos com todas as características do restaurante, será que chegou a hora de listarmos um ponto fraco? Surpreendentemente, não! Ok, não se trata de um local com "preços populares", mas os preços cobrados pelo Adam são muito interessantes. A Salada Lapão saiu por R$ 29,90 e o Pappardelle, por R$ 36,90 (lembrando que ingredientes como Cogumelos e Nirá não são baratos). As Pizzas saem por R$ 35,50, independentemente do sabor escolhido. O suco custou R$ 8,90 e as Sobremesas, R$ 14,90 cada uma (comparadas aos Pratos, um pouco caras, mas nada que assuste). Em cada uma das visitas desembolsamos aproximadamente R$ 100,00. Valeu cada centavo.

Conclusão

É com muita satisfação que publicamos esta resenha, a respeito de um restaurante que nos conquistou em todos os quesitos! Ambiente acolhedor, atendimento muito acima do padrão da cidade, culinária deliciosa, criativa e inspiradora e preços compatíveis com a proposta! Esta foi, sem dúvida, umas das melhores descobertas dos últimos tempos!

Adam Cozinha Originária
R. Edith Mendes da Gama e Abreu, 189 (ver mapa)
Itaigara (ao lado do Empório Itaigara)
(71) 3506-3191

Um comentário:

  1. Tenho uma sugestão: por que não colocam na descrição de vocês se o local é acessível para cadeira de rodas. É apenas uma linha que pode ajudar a pessoas que não tem como frequentar um local que tenha degraus na porta. Obrigada

    ResponderExcluir

Os comentários no Mastigando em Salvador são muito bem vindos, mas deverão passar por um processo de moderação prévia. Para conhecer os critérios da moderação, consulte a nossa política de comentários, acessando: http://www.mastigandoemsalvador.com.br/p/politica-para-comentarios.html.

Resumidamente, os comentários que poderão ser rejeitados são aqueles que:

- Estejam fora do contexto do objeto da postagem e/ou do blog;
- Utilizem linguagem ofensiva e/ou incompreensível;
- Contenham injúrias, calúnias ou difamações, a respeito de quem quer que seja;
- Demonstrem claramente a intenção, por parte do autor do comentário, de tumultuar e/ou de desarmonizar o clima do blog;
- Contenham propaganda (spam); ou
- Contenham links externos, salvo quando forem fortemente relacionados ao objeto da postagem.

Os comentários publicados NÃO representem a opinião do blog Mastigando em Salvador e da sua equipe, e todo o seu conteúdo é de responsabilidade exclusiva dos seus respectivos autores. Nós não nos responsabilizamos por eles.

Caso tenha alguma dificuldade em fazer um comentário, verifique se está utilizando o navegador MS Internet Explorer. Alguns leitores tem reportado problemas para comentar utilizando este navegador. Esta situação está fora do nosso controle e não pode ser corrigida por nós.

Tecnologia do Blogger.