9 de jan de 2012

A Porteira Restaurante [gr]

por Gustavo Romero
atualizado em 25/05/13

Numa noite de sábado, horário já avançado, a fome apertou e os Mastigadores ainda não tinham definido onde iriam jantar. Depois de eliminar uma ou outra opção, acabamos escolhendo ir conhecer o A Porteira Restaurante. Afinal, uma comidinha sertaneja sempre cai bem!

 Tempos depois, retornamos ao local para conhecer a novidade no cardápio: Pizzas!

A Porteira
  
Localização e estacionamento

Quem quiser mastigar as opções do A Porteira, pode escolher entre o restaurante da Boca do Rio, o mais antigo, e o do Dique do Tororó, inaugurado em 1998, 12 anos após o primeiro. Ainda existem opções do A Porteira Express, presentes em alguns shoppings da cidade.

Nós optamos pelo restaurante da Boca do Rio, já que estávamos relativamente próximos, mas não temos dúvidas que o do Dique, especialmente durante o dia, oferece um visual bem mais bonito, conforme conferimos na nossa visita à pizzaria Cheiro de Pizza.

A Porteira: Estacionamento da loja da Boca do Rio
Parte do estacionamento do A Porteira da Boca do Rio
O local oferece um amplo espaço para estacionamento, com segurança. Nos dias de hoje, um diferencial e tanto.

Ambiente e atendimento

O restaurante está instalado num imóvel amplo, rustico e bonito. Visualizamos dois ambientes: o primeiro está num grande salão aberto e o segundo, num salão menor, fechado e climatizado. Os dois ambientes são muito bem arrumados, com uma decoração que faz muito uso das madeiras escuras. A iluminação é agradável e as mesas não ficam muito próximas umas das outras, garantindo mais privacidade aos clientes. Em geral, é um local agradável e confortável.

A Porteira: Ambiente fechado e climatizado da loja da Boca do Rio
O ambiente fechado e climatizado do A Porteira da Boca do Rio
A Porteira: Ambiente aberto da loja da Boca do Rio
O ambiente aberto do A Porteira da Boca do Rio
A Porteira: Ambiente aberto da loja da Boca do Rio
O ambiente aberto do A Porteira da Boca do Rio
A Porteira: Decoração da loja da Boca do Rio
Detalhe da decoração do A Porteira da Boca do Rio
Para as crianças, um parque infantil está presente no local. Além disso, a adequação às necessidades de pessoas com dificuldades de locomoção e cadeirantes (também no restaurante do Dique) demonstram a preocupação com todos os tipos de clientes.

A Porteira: Parque infantil da loja da Boca do Rio
Parque infantil do A Porteira da Boca do Rio
O atendimento se mostrou muito adequado. Desde a recepção até o momento de fazer o pagamento, os garçons se mostraram discretos e disponíveis.

Comida

A casa trabalha com pratos da culinária Sertaneja. O cardápio revela as especialidades do restaurante: Carne do Sol, Surubim, Codorna, Pernil de Cordeiro, Picanha, Cortes argentinos em parrilla, Queijo Coalho, Purê de Aipim, Pirão de Leite e Feijão Tropeiro, dentre outros. Posteriormente, foram incluídas opções de Pizzas preparadas no forno à lenha, com sabores também inspirados na culinária sertaneja.
A nossa primeira visita foi feita bem tarde (por volta das 23 h), portanto concordamos que a opção mais adequada era um Peixe, pois a Carne bovina poderia pesar no estômago na hora de ir dormir. O Surubim na brasa seria uma opção muito adequada, mas me deixei seduzir pelo Salmão À Porteira na brasa (Salmão é o meu Peixe predileto), opção que contou com o apoio da Catarine. Para acompanhar, Arroz branco e Purê de Aipim.

A Porteira: Salmão à Porteira e acompanhamentos
O Salmão À Porteira e acompanhamentos do A Porteira
O prato que recebemos agradou em cheio o nosso paladar! O Salmão estava muito saboroso e assado na medida certa! Visualmente, a porção nos pareceu um pouco pequena, apesar do anúncio de que o prato traz 500 gr de peixe. Mas essa sensação se mostrou falsa depois de um tempo, até mesmo porque o Purê de Aipim ajudou bastante a saciar a nossa fome (e nós estávamos famintos!).

Além das opções à la carte, os clientes contam um buffet. Desta forma, é possível experimentar diversas opções de pratos.

O nosso retorno ao local foi para mastigar as Pizzas. Dentre as diversas possibilidades, dois sabores nos chamaram mais a atenção: Boscaiola (Mussarela, Cogumelo fresco e Presunto de Parma) e Lampião (Mussarela, Carne de Fumeiro e Cream Cheese). Esse foi o nosso pedido, no tamanho médio.

A Porteira: Pizza média metade Boscaiola metade Lampião
A Pizza média metade Boscaiola metade Lampião do A Porteira
Sem muita demora, recebemos a Pizza. O recheio estava farto e muito saboroso! Ambas as combinações de ingredientes foram muito felizes e nos deixaram satisfeitíssimos. A Massa da Pizza também agradou bastante. Sem dúvidas, estava impecável!

Preço

Os preços do A Porteira estão naquela zona limítrofe entre "dentro da normalidade do mercado" e "um pouco salgados". O Salmão custou R$ 74,50 e, mesmo sabendo que se trata de um Peixe caro, acreditamos que poderia custar um pouco menos, já que os acompanhamentos foram bastante simples.

A nossa Pizza saiu por R$ 38,00 (R$ 45,00 se fosse no tamanho grande).

Pelo buffet, o cliente paga R$ 38,00 (jantar, exceto aos domingos), R$ 43,20 (almoço durante a semana) ou R$ 51,50 (almoço às sextas-feiras ou finais de semana).

Conclusão 

Elementos como amplo estacionamento, ambiente agradável e bom atendimento tornam o restaurante A Porteira uma boa opção. Mas todos estes itenss, perto das diversas opções de Pratos e Pizzas, acabam sendo muito pouco relevantes. A culinária sertaneja do local certamente agradará a todos os tipos de paladar!

Serviço

A Porteira Restaurante

- Boca do Rio - R. Dom Eugênio Sales, 96 (ver mapa) - (71) 3461-3328
- Dique do Tororó - Av. Marechal Costa e Silva, s/nº - (71) 3382-7808

5 comentários:

  1. Olá, meninos!!

    A Porteira é velha conhecida dos baianos!! Costumava ir aos domingos com marido e filhas! Agora, vamos com menos aciduidade! Mas o cardápio é muito bom mesmo! O purê de aipim é 1000!! Adoro tb o queijo coalho assado e carne de sol com manteiga de garrafa demaiiiiis!! O seu salmão está de dar água na boca, tb amo salmão!!

    ResponderExcluir
  2. Não sei não... nunca fui a esse restaurante! Não acho ele tão sertanejo assim :s
    Mas com certeza tem salmão no sertão, hehehe
    Não fiquem chateados comigo, não quiz criticar a escolha de vocês ok!!?
    O Mocotó em São Paulo (que também nunca fui!) me parece mais sertanejo :?
    Bom, só me resta fazer uma visitinha para comprovar ;)
    Um abraço,
    Queila

    ResponderExcluir
  3. Gosto muito da costelinha de porco que eles servem la!!! Maravilhosa!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Suraia Andrade, essa a gente ainda não mastigou... Fica para a próxima!

      Excluir
  4. A farofinha de banana com ovos... nham, nham. :)

    ResponderExcluir

Os comentários no Mastigando em Salvador são muito bem vindos, mas deverão passar por um processo de moderação prévia. Para conhecer os critérios da moderação, consulte a nossa política de comentários, acessando: http://www.mastigandoemsalvador.com.br/p/politica-para-comentarios.html.

Resumidamente, os comentários que poderão ser rejeitados são aqueles que:

- Estejam fora do contexto do objeto da postagem e/ou do blog;
- Utilizem linguagem ofensiva e/ou incompreensível;
- Contenham injúrias, calúnias ou difamações, a respeito de quem quer que seja;
- Demonstrem claramente a intenção, por parte do autor do comentário, de tumultuar e/ou de desarmonizar o clima do blog;
- Contenham propaganda (spam); ou
- Contenham links externos, salvo quando forem fortemente relacionados ao objeto da postagem.

Os comentários publicados NÃO representem a opinião do blog Mastigando em Salvador e da sua equipe, e todo o seu conteúdo é de responsabilidade exclusiva dos seus respectivos autores. Nós não nos responsabilizamos por eles.

Caso tenha alguma dificuldade em fazer um comentário, verifique se está utilizando o navegador MS Internet Explorer. Alguns leitores tem reportado problemas para comentar utilizando este navegador. Esta situação está fora do nosso controle e não pode ser corrigida por nós.

Tecnologia do Blogger.