26 de out de 2011

Outback Steakhouse [gr]

por Gustavo Romero

Sexta-feira é o dia internacional do happy hour e, embora eu não seja muito adepto de "farras" e nem beba álcool, fui acompanhar meus colegas de trabalho nesta última visita que fizeram ao Outback Steakhouse, já que, o que vale mesmo, é a companhia dos amigos.


Outback Steakhouse

Localização

A única loja de Salvador encontra-se no Shopping Iguatemi, na Alameda das Grifes.

[Atualização] Depois de concluída a reforma do Shopping Barra, foi aberto um Outback naquele shopping (Barra Gourmet).

Outback Steakhouse: Fachada da loja do Shopping Iguatemi (foto: divulgação)
A fachada do Outback Steakhouse do Shopping Iguatemi (foto: divulgação)
Ambiente e atendimento

O local é muito bonito e sofisticado. Existe a parte interna, que fica à meia-luz e conta com mesas menores, e a externa, uma espécie de varanda, que é mais clara e tem mesas maiores, mais adequadas a grupos com mais pessoas.

Outback Steakhouse: Ambiente interno da loja do Shopping Iguatemi (foto: divulgação)
O ambiente interno do Outback Steakhouse do Shopping Iguatemi (foto: divulgação)
O ambiente seria muito agradável não fosse um grande problema: a superlotação. Não importa o dia em que você vá até o Outback, o local vai estar sempre cheio. Se for uma sexta-feira, então, a situação fica mais complicada. Por volta das 18h (a casa abre às 17h30 na sexta) já existe uma fila considerável na porta. Um pouco mais tarde, todo o corredor que antecede a entrada do restaurante está tomado por pessoas que parecem não se importarem em aguardar horas para entrar. Fiquei observando este fenômeno e, de repente, o mais incrível aconteceu: as pessoas da fila, sentadas nos bancos do corredor, começaram a serem servidas com bebidas e até comida! A meu ver, uma situação muito curiosa (para não chama-la de "tosca"...).

E, mesmo quem consegue entrar, não tem o conforto garantido. Um bom exemplo disso foi o nosso grupo. Como o Outback não faz reserva de mesas, foi preciso que uma pessoa chegasse cedo, logo que a casa abriu. Após muita "negociação", eles liberaram apenas 2 mesas, o que era absolutamente insuficiente para a quantidade de pessoas que iriam chegar em breve. Resultado: boa parte do grupo ficou de pé. E, pelo que pude observar, isso não foi exclusividade nossa.

Uma parte desta intensa procura pela casa é motivada pela Billabong Hour, durante a qual todos os pedidos de bebidas alcoólicas vêm em dobro.

Com tanto movimento, é até esperado que os garçons não tenham um desempenho muito bom. Mas, para a minha surpresa, embora não tenha sido impecável, até que, dadas as circunstâncias, o atendimento não decepcionou. Exceto uma ou outra falha ou demora, não vi muitos motivos para reclamação.

Comida e bebida

O cardápio do Outback é bem diversificado, abrangendo itens como Aperitivos, Carnes, Saladas, Sopas, Peixes, Massas, Sanduíches e Sobremesas.

Antes de qualquer coisa, a casa serve, como cortesia, o Aussie Bread, um delicioso Pão de Mel australiano acompanhado de uma manteiga super cremosa. 

Outback Steakhouse: Aussie Bread
O Aussie Bread do Outback Steakhouse
Como nós estávamos ali para um happy hour (e não para jantar), os itens que pedimos foram, predominantemente, os aperitivos. Começamos com uma porção de Aussie Cheese Fries (Batatas Fritas cobertas com Queijo derretido e Bacon picado, acompanhadas de molho Ranch) e da tradicionalíssima Bloomin' Onion (uma "flor" de Cebola empanada, acompanhada do molho Bloom, levemente picante)

Outback Steakhouse: Aussie Cheese Fries
As Aussie Cheese Fries do Outback Steakhouse
Outback Steakhouse: Bloomin Onion
A Bloomin' Onion do Outback Steakhouse
Mas, é importante lembrar que estávamos numa Steak House. Portanto, algum tempo depois, pedimos 3 porções de Wings, Ribs & Fries (um dos pratos que são servidos exclusivamente durante a Billabong Hour), composto de 5 Kookaburra Wings (Asas de Frango bastante picantes), 5 Costeletas de Ribs e 1 Joey Aussie Fries (a mesma Aussie Cheese Fries descrita acima, mas numa porção menor), acompanhados dos molhos Blue Cheese e Ranch.

Outback Steakhouse: Wings, Ribs and Fries
O prato Wings, Ribs & Fries, do Outback Steakhouse
Ainda foram pedidos 5 pratos que eu, sinceramente, não consegui descobrir o nome. Aliás, pelo que percebi, ninguém faz os pedidos utilizando o nome verdadeiro dos itens. Todo mundo pede "aquela Cebola empanada" ou "a Batata frita com Queijo e Bacon" e ponto final. Analisando o cardápio, cheguei à conclusão que foram pedidas 2 porções de Aussie Grilled Picanha (acompanhada de Batatas Fritas) e 3 porções de Chargrilled Ribeye (Costela de Porco acompanhada de Batatas Fritas), mas eu posso estar errado.

Outback Steakhouse: Chargrilled Ribeye (suponho)
O Chargrilled Ribeye (suponho) do Outback Steakhouse
Se um dos motivos para o imenso movimento é a Billabong Hour, os pratos que recebemos terminam de explicar o porque de tantas pessoas procurarem o Outback. Nada, absolutamente nada do que comemos estava "apenas razoável". Na verdade, todos os pratos que experimentamos estavam excelentes! Deliciosos, bem apresentados, temperados na medida certa e servidos na temperatura ideal! 

O único ponto negativo reside no fato de que os principais itens oferecidos pelo Outback são bastante gordurosos e "pesados". A sensação é que, se eu fosse fazer um exame de sangue no dia seguinte (mesmo após 12 horas de jejum), os resultados não seriam nada bons... :-)

Para beber, eu fiquei sozinho com a minha Coca-Cola (que, juntamente com os Iced Tea, é servida no formato de refil) e todos os demais atacaram o Chopp (que, como estávamos durante a Billabong Hour, foi dobrado). A bebida vem estupidamente gelada e agrada muito a todos os que gostam. Além destas opçõs, a casa trabalha com diversos tipos de Drinks, Whiskies e Vinhos.

Preço

A visita ao Outback pode deixar algumas pessoas um pouco mais pobres. Os pratos que pedimos beiraram os R$ 30,00 (Aperitivos) e os R$ 50,00 (Carnes), e a quantidade servida não é muito grande. O Chopp pequeno (340 ml) sai por mais de R$ 7,00.

Um grupo grande, como o nosso (em torno de 15 pessoas) atingiu a módica quantia aproximada de R$ 1.200,00 (portanto, em torno de R$ 80,00 por pessoa). Um tanto salgado.

Conclusão

O Outback oferece uma experiência muito peculiar aos seus clientes. Ao mesmo tempo em que serve comida e bebida de primeiríssima qualidade, demonstra não ter estrutura física para atender a toda a demanda existente, tornando o ambiente um tanto tumultuado. Além disso, os preços poderiam ser um pouco mais "camaradas". De qualquer forma, é um local que realmente vale à pena visitar!

Outback Steakhouse

- Shopping Iguatemi - Al. das Grifes - (71) 3450-1280 / 3450-1281
- Shopping Barra - Barra Gourmet -  (071) 3037-0138 / 3037-0038
http://www.outback.com.br

21 comentários:

  1. Digai Gustavo,
    Sou fã do Outback desde pequeno. A primeira vez que fui numa loja da rede foi em 1997 e desde lá não parei mais. Ontem mesmo estava no Happy Hour, aproveitando para relaxar um pouco... comida boa e preço razoável. Falo razoável pela qualidade que é oferecida. E o chopp gelado nem se fala...
    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Passei para conhecer seu blog e já estou seguindo. Muitas dicas legais. Gosto muito do Outback também e em São Paulo há o mesmo problema de superlotação. Amo este pão australiano! Tudo de bom mesmo.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  3. Raramente defendo um estabelecimento comercial a ferro e fogo, mas nesse caso faço questão.
    Quanto a superlotação é só olhar no site do Outback, enquanto no Rio de Janeiro e São Paulo (capital) são 9 e 10 estabelecimentos respectivamente, aqui na Bahia é apenas 1, logo a superlotação é normal. Arrisco a dizer que se fossem 3 continuaria com a mesma superlotação. Peca por não aceitar reserva (o que eu até entendo, pois marcaria meu nome em todas as sextas do ano). Quanto a ser servido do lado de fora, quebra o galho quando se trata de petiscos e bebidas, uma vez que a espera não é pouca coisa, mas já vi gente jantando do lado de fora... ai é tenso.
    Sempre fui muito bem atendido e sempre pago os 10% e sempre a atendente me traz outro pão de cortesia.
    Para quem não gosta de refil (particularmente odeio pelo gosto diferente), eles disponibilizam o "refil" da lata de kuat pelo mesmo preço do refil normal.

    Se for o casal e pedir apenas uma entrada, bebida e o pão (o que satisfaz até os mais fominhas devido a quantidade), não sai mais de 25 por pessoa. Se pedir um prato, bebida e o pão, não sai mais de 35 por pessoa.

    Pela qualidade então.... sem mais comentários. Basta provar a costelinha que desmancha na boca...

    ResponderExcluir
  4. Cozinha da Monica, obrigado pela visita e espero que volte sempre! Um abraço!

    ResponderExcluir
  5. O Lapso, sem dúvida nenhuma, Salvador merecia mais lojas do Outback. Eu mesmo gostaria de ter "recur$o$" para abrir uma franquia deles! :)
    Essa informação do refil em lata eu não sabia, é bem interessante! (apesar de eu não me incomodar com o refil).
    E a comida, realmente, é o maior dos atrativos! É incrível como tudo é gostoso!

    ResponderExcluir
  6. Gustavo, eu acho "razoável" quando comparo com outros restaurantes daqui de Salvador. Qualquer boteco que vc vai hoje em dia paga uns R$30,00 reais por pessoa. O Baby Beef, por exemplo, me decepcionou nos últimos anos que nem faço mais questão de voltar. Carne ruim e preço elevado. No outback vc paga R$40,00 por prato + acompanhamento, porém em contrapartida tem a certeza de que não vai se arrepender. Abraços
    http://santacomida.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Gustavo, com relação a recursos para abrir um Outback, eu já li a respeito... o sócio-gerente entrava com R$60 mil e o Outback com o resto (média de US$2 milhões por loja). Acontece que vc como sócio-gerente recebe um salário fixo para administrar (média girava em torno de R$7 mil) mais uma % do lucro. Só que eles são extremamente exigentes para "liberar" uma nova casa. Além do Know How... acho q a pessoa ainda precisa de um QI (quem indica) lá dentro.... heeheheheheheh

    ResponderExcluir
  8. Felipe Almeida, esse formato é interessante! Eu achava que o franqueado tinha que bancar tudo do próprio bolso.
    Sobre o "QI", eu também já ouvi falar algo a respeito. Acho que vou usar a minha "influência de blogueiro" para tentar obter uma franquia! :P Rsrsrsrsrs!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  9. Bem que a próxima promoção poderia ser um prato no outback, de preferência a costelinha!!

    ResponderExcluir
  10. O Lapso, hehehe, até que não é uma idéia ruim, mas as coisas não são tão simples assim! :)

    ResponderExcluir
  11. eu amo!!! a cebola e muito boa!
    bjss

    www.blogdajupenedo.com
    @blogdajupenedo

    ResponderExcluir
  12. Gustavo,
    Sabe dizer se depois da 20h (fim do chop dobrado) continua essa superlotação? Todos os dias???
    Minha mãe quer conhecer, mas tá dose enfrentar essa fila...
    Bjocas

    ResponderExcluir
  13. Fui lá uma vez só, pois não tenho paciência de esperar aquela fila sem noção. No dia que fui esperamos tanto que ficou sem graça, a fome foi maior que tudo e fomos atendidos na saída do estacionamento vip. Achei meio bizarro mas com a fome q estavamos, valeu a pena. Não sei se volto la, talvez se alguém chegar antes e ficar na fila por mim. :)

    ResponderExcluir
  14. A fila do Outback me desanima muito!!!
    Mas esse partos com cara de ataque cardiaco estao me fazendo repensar...kkk

    Otimo post!

    Beijo
    www.ligadosesmaltes.com

    ResponderExcluir
  15. eu tinha vontade de visitar essa casa
    mas depois dessa critica desanimei muito
    a proposito é a primeira vez que visito o blog e estou encantada com essa proposta!
    desde logo sou seguidora.
    un abraço, Jessica oliveira

    ResponderExcluir
  16. Gustavo,
    gosto muito do Outback, mas como sei que é sempre cheio, evito ir nos finais de semana!
    Da próxima vez experimente a costelinha, excelente!

    ResponderExcluir
  17. Carolina Amaro, após as 20h00, o Outback deixa de ser "estupidamente superlotado" e passa a ser apenas "superlotado"! Rsrsrs! Na verdade, a casa começa a ficar mais tranquila lá pelas 22h00.

    ResponderExcluir
  18. Adoro o Outback, mas concordo com tudinho que vc falou, a mais pura verdade. Não é à toa que adoro esse blog.

    ResponderExcluir
  19. Oi, só pra constar: o Ribeye é costela bovina desosssada. Por isso tem um pouco mais de gordura entremeada, que é o que garante o sabor e a maciez da carne. Há opções de steaks "magros" como o Victorias Filet que é Filet Mignon ou o Outback Special, feito com o miolo da alcatra.

    =)

    ResponderExcluir
  20. Priscila, obrigado pela dica! As nossas veias e artérias agradecem! :)

    ResponderExcluir
  21. Eu sou da opinião que tudo que é muito bom tem o seu preço;o Outback tem o seu!
    E acreditem...vale a pena pagar por ele, em todos os sentidos.
    O Outback é um casa de sucesso e por isto vive lotada. Vale a pena esperar um pouco pois voces vão degustar uma saborosa carne australiana, um chopp super gelado e drinks incriveis. O ambiente é super descontraido. Os garçons fazem o que podem para atender-nos o melhor posssivel(lembrem-se: casa lotada) e o fazem com toda educação e presteza do mundo. Conselho: não vá ao Outback com pressa. Ao sentar-se, relaxe e delicie-se com o que a casa propõe-se a oferecer. Abraços a todos.

    ResponderExcluir

Os comentários no Mastigando em Salvador são muito bem vindos, mas deverão passar por um processo de moderação prévia. Para conhecer os critérios da moderação, consulte a nossa política de comentários, acessando: http://www.mastigandoemsalvador.com.br/p/politica-para-comentarios.html.

Resumidamente, os comentários que poderão ser rejeitados são aqueles que:

- Estejam fora do contexto do objeto da postagem e/ou do blog;
- Utilizem linguagem ofensiva e/ou incompreensível;
- Contenham injúrias, calúnias ou difamações, a respeito de quem quer que seja;
- Demonstrem claramente a intenção, por parte do autor do comentário, de tumultuar e/ou de desarmonizar o clima do blog;
- Contenham propaganda (spam); ou
- Contenham links externos, salvo quando forem fortemente relacionados ao objeto da postagem.

Os comentários publicados NÃO representem a opinião do blog Mastigando em Salvador e da sua equipe, e todo o seu conteúdo é de responsabilidade exclusiva dos seus respectivos autores. Nós não nos responsabilizamos por eles.

Caso tenha alguma dificuldade em fazer um comentário, verifique se está utilizando o navegador MS Internet Explorer. Alguns leitores tem reportado problemas para comentar utilizando este navegador. Esta situação está fora do nosso controle e não pode ser corrigida por nós.

Tecnologia do Blogger.