22 de out de 2011

Cien Fuegos [gr]

por Gustavo Romero

Depois das nossas visitas ao Tijuana Mexican Bar e ao Me Gusta Sabor Mexicano, faltava ir conhecer um dos mexicanos mais tradicionais de Salvador, o Cien Fuegos do Rio Vermelho. Então, num sábado à noite, fomos até lá conferir o que há de bom naquele restaurante.

Cien Fuegos

Localização e estacionamento

O Cien Fuegos está instalado no Rio Vermelho, num local meio escondido, uma ladeira um pouco distante da avenida principal. A casa não dispõe de estacionamento, e é preciso achar uma vaga na rua. No dia da nossa visita, conseguimos encontrar um local mais ou menos próximo da entrada, mas era a última vaga disponível.

O inevitável assédio de um "flanelinha" é sempre desconfortável. Ele queria que o pagamento de R$ 5,00 fosse antecipado, mas negociamos para pagar na volta. No momento que saímos de lá, não havia nem sinal do indivíduo, de modo que saímos sem pagar pelos "serviços prestados".

Ambiente e atendimento

O ambiente é bem peculiar. A entrada é uma "portinha" com uma placa com o nome do lugar. Dentro da casa, o que se vê são vários pequenos ambientes. A sensação é que o local era uma casa e cada cômodo foi utilizado para criar um dos ambientes do local. O mais peculiar deles é uma espécie de piscina (ou aquário) sem água. Tive vontade de sentar lá, mas a Catarine não topou :( As mesas são pequenas e bem próximas umas das outras. Ficamos em uma que mal comportava os pratos e o recipiente em que veio o nosso pedido.

A música latina em volume baixo e a luz fraca conferem um ar agradável ao local. Por outro lado, como os ambientes são pequenos, eles acabam se tornando um pouco barulhentos.

Cien Fuegos: Ambiente
Um dos ambientes do Cien Fuegos
Cien Fuegos: Detalhe do teto
Detalhe do teto de um dos ambientes do Cien Fuegos
A sensação que tivemos é que as pessoas que estavam lá não tinham a intenção de mastigar, mas, sim, de paquerar e/ou beber. Até aí, nenhum problema, mas o que chamou a atenção foi a faixa de idade do público. Nos sentimos dentro de um jardim de infância...

O garçom que nos atendeu foi extremamente simpático e agradável. Infelizmente ele estava sendo muito requisitado, de modo que era bastante difícil conseguir a sua atenção. Concluímos que um número um pouco maior de garçons seria uma boa opção (mas se aumentarem muito o número deles, ficará impossível circular pelos ambientes apertados). O tempo de espera pelos pratos foi breve, apesar de a casa estar cheia.

Comida e bebida

Como ambos já estávamos muito bem acompanhados, um do outro, o nosso objetivo era mesmo mastigar. Começamos, então, a procurar as opções no cardápio. Encontramos opções de Totopos, Bolitas, Tacos etc. Como em qualquer restaurante mexicano que se preze, também é possível escolher entre opções de Nachos, Saladas, Burritos, Enchiladas, Quesadillas etc.

Decidimos escolher algo que fosse especialidade da casa, e decidimos pelos Burritos Cien Fuegos: Tortilhas de Trigo, recheadas com Carne desfiada, Feijão refrito, Salsa mexicana, Queijo americano, acompanhados de Arroz mexicano e molhos Guacamole, Sour Cream e Pico de Gallo. O prato é bem servido, bastante recheado e saboroso, mas, sinceramente, não parecia com comida mexicana. Até eu, que não gosto de sabores picantes, achei a pimenta fraca. E mais: As Tortilhas estavam tão finas que quase não sentimos seu gosto, ficamos procurando o Feijão refrito e o Arroz mexicano não tinha nada de especial.

Cien Fuegos: Burritos Cien Fuegos
O Burritos Cien Fuegos do Cien Fuegos
Em outras palavras, enquanto refeição, o sabor e quantidade estavam muito bons, mas, enquanto culinária mexicana, ficou devendo, especialmente se considerarmos que o prato leva o nome da casa.

Como sobremesa, decidimos pedir o Romeu e Julieta: Cocada de forno com recheio de Goiabada. Parece bom, não? Infelizmente não tivemos como saber, pois a sobremesa estava indisponível...

A sensação que tivemos é que o forte mesmo do Cien Fuegos são os drinks, especialmente os feitos com a tequila José Cuervo. Lamentamos, mas, como todos devem saber, não bebemos álcool e, portanto, não temos como opinar a respeito. É uma pena que não existam opções de drinks sem álcool, como no Tijuana (apenas o tradicional coquetel de frutas sem álcool).

Preço

Nós achamos os valores bastante razoáveis. As entradas saem em média por R$ 18,00. Os pratos principais, por R$ 33,00. A sobremesa (se estivesse disponível), teria custado R$ 11,00. Nada mal. 

Conclusão

O que podemos concluir da nossa visita é: para quem está interessado apenas em mastigar e cuja idade já passou de 1/4 de século (a minha já passou de 1/3), o Cien Fuegos não seria a opção mais indicada. Existem opções mais interessantes. Mas, se você é jovem, quer paquerar e beber, esta definitivamente parece ser uma escolha acertada!

Serviço

Cien Fuegos
Rua Alexandre Gusmão, 60
Rio Vermelho
(71) 3334-7711

16 comentários:

  1. Fui no cienfuegos umas vez para nunca mais. Não são valores caros realmente, mas quando você compara com o Tijuana ou o Me Gusta já sai perdendo.

    Os pratos não são tão gostosos (comi burritos e tacos quando fui) e fora tudo o que mais você falou.

    ResponderExcluir
  2. Oi Gustavo. Eu sempre vou no cien fuegos e adoro... bem verdade que não costumo ir nos fins de semana... costumo ir durante a semana e não é tão cheio, a maioria das pessoas tem mais de 30...rsss Com relação a comida, nunca comi o prato que comeu, mas já experimentei outros. Porque vc não vai em uma segunda ou terça que eles estão fazendo rodizio de comida mexicana (dá para experimentar vários pratos à vontade)... Gosto muito do tijuana no quesito nachos com guacamole, churros... o meu gusta... tb é bom...até contratei uma vez para o meu aniversário...mas o local acho bem exposto...

    No final realmente são os três melhores lugares de Salvador... pq o Vila Guadalupe odiei...e o Tex Mex não vejo muita graça...

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. É, com certeza essa não é para mim! Já tenho trinta e nenhum saco para esse tipo de clima :s
    Obrigada por me previnírem, vocês são demais ;)
    Um abraço,
    Queila

    ResponderExcluir
  4. Nossa, confesso que fiquei decepcionada! Sempre ouvir falar que o Cien Fuegos é o melhor mexicano de Salvador, mas depois deste post fiquei com um pé atrás para ir conhecer o local :/

    ResponderExcluir
  5. Caterine, sou da LIga dos Esmaltes e fiquei surpresa em te ver por lá, pois sou leitora assídua do Mastigando (só não comento rs). É aqui que venho para descobrir aonde ir comer algo. Curto mto isso aqui e indico a todo mundo, pois acho que vc vivem "com os pés no chão", n dizem que um prato de 200 reais tem preço amigo. rs

    Já fui no Cien Fuegos há bastante tempo, mas não é o tipo de comida que eu curto. bjim

    ResponderExcluir
  6. Pelo que vi e li, não gostei muito :/

    ResponderExcluir
  7. Nossa!! Dia desses, perguntei a um amigo e ele disse que o Cien Fuegos havia fechado, agora sei que ele apenas mudou o local!! \o/
    Que maravilha!! Na minha época de universitária, eu era figurinha carimbada!!
    Vou me programar pra conhecer novamente!!
    Mas me digam uma coisinha: O Cien Fuegos abre todos os dias?
    Amei conhecer o blog!! (Sou Luci da Liga dos Esmaltes!!)

    ResponderExcluir
  8. Lá é muito bacana! Adoro :)

    Beijão
    Mamá
    http://mamahvivas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Alessandra Priscila, é possível que o perfil dos frequentadores de final-de-semana seja deiferente dos de dias úteis. Você que tem o costume de ir até lá pode falar com mais propriedade do que nós. Mas, acredite, no sábado em que estivemos lá, boa parte dos frequentadores aparentavam até serem menores de idade, o que nos deixou muito surpresos.
    Em relação ao rodízio, gostamos da idéia! Gostaríamos de ter tido esta informação antes de irmos lá. Vamos nos programar para voltar e experimentar.
    Obrigado pela participação!

    ResponderExcluir
  10. Gourmet e Gourmand, pelos comentários da Alessandra Priscila, o clima em dias úteis é diferente do que nós vivenciamos. Talvez valha à pena fazer uma visita nestas condições!

    ResponderExcluir
  11. Franciele e 'Lara Mello, a questão é que no dia em que fomos nós não gostamos muito, pelos motivos explicados, o que não quer dizer que o local seja sempre assim. É sempre bom ir, conferir e tirar as suas próprias conclusões!

    ResponderExcluir
  12. Liga dos Esmaltes, o Cien Fuegos não tem site. Pesquisei pela Internet e o que encontrei é que o local funciona de segunda a sábado, fechando aos domingos. Às sextas e sábados, vai até às 3h e, nos demais dias, até a meia-noite. Não posso garantir que estas informações estejam 100% corretas ou atualizadas.

    ResponderExcluir
  13. Gustavo,

    Realmente a faixa etária do público dos finais de semana está entre 17 - 25 e a maioria vai em grupos para beber, conversar e paquerar.
    Sempre que vou lá fico com as mesmas opções: totopos supremo e enchiladas, esta ultima apenas quando a fome aperta. Como estou calejado com o cienfuegos sempre peço a pimenta extra. A qualidade do Cienfuegos caiu bastante desde quando o marido da mulher que tomava conta passou a gerir os negocios, mas ainda considero um lugar agradavel para ir com os amigo conversar.

    ResponderExcluir
  14. Adoramos o seu blog,é maravilhoso e sempre estamos por aqui conferindo todas as novidades.
    Bjs da Glorinha.
    http://sbrincos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Poxa, muito estranho ouvir isso do Cien Fuegos.
    Vocês devem ter tido o azar de ir num dia em que tinha algum grupinho comemorando niver ou coisa assim..

    Sempre fui e um dos atrativos de lá justamente era o público adulto. Da última vez que fui (quase um ano) percebi que a cozinha tinha caído um pouco mas ainda assim considero bem superior à do Tijuana da Pituba..

    Bem, uma pena, menos um bom local em salvador e que resiste bravamente ao tempo.

    Atualmente então, comida mexicana, só no Me Gusta!

    ResponderExcluir
  16. Shade Andréa, de fato, é possível que tenhamos tido azar naquele dia. Mas um dos comentários acima ratifica que a faixa de idade durante os finais de semana é bem reduzida.
    Em relação ao que mastigamos, note que não reprovamos o sabor, apenas achamos que estava absolutamente comum e que não aparentava ser um prato mexicano.
    Como opinião bem pessoal, o Tijuana ainda é o meu restaurante mexicano predileto, seguido de perto pelo Me Gusta. Mas refiro-me ao Tijuana do Shopping Cidade. O da Pituba é muito apertado e desconfortável.

    ResponderExcluir

Os comentários no Mastigando em Salvador são muito bem vindos, mas deverão passar por um processo de moderação prévia. Para conhecer os critérios da moderação, consulte a nossa política de comentários, acessando: http://www.mastigandoemsalvador.com.br/p/politica-para-comentarios.html.

Resumidamente, os comentários que poderão ser rejeitados são aqueles que:

- Estejam fora do contexto do objeto da postagem e/ou do blog;
- Utilizem linguagem ofensiva e/ou incompreensível;
- Contenham injúrias, calúnias ou difamações, a respeito de quem quer que seja;
- Demonstrem claramente a intenção, por parte do autor do comentário, de tumultuar e/ou de desarmonizar o clima do blog;
- Contenham propaganda (spam); ou
- Contenham links externos, salvo quando forem fortemente relacionados ao objeto da postagem.

Os comentários publicados NÃO representem a opinião do blog Mastigando em Salvador e da sua equipe, e todo o seu conteúdo é de responsabilidade exclusiva dos seus respectivos autores. Nós não nos responsabilizamos por eles.

Caso tenha alguma dificuldade em fazer um comentário, verifique se está utilizando o navegador MS Internet Explorer. Alguns leitores tem reportado problemas para comentar utilizando este navegador. Esta situação está fora do nosso controle e não pode ser corrigida por nós.

Tecnologia do Blogger.