29 de ago de 2011

Bistrot Du Vin [tg] - SSA RW 2011

Quando elaboramos a promoção Resenha Premiada, nós tínhamos alguns objetivos em mente, como melhorar a interação com os nossos leitores, aumentar a visibilidade do blog e divulgar a marca dos parceiros, dentre outros, devidamente alcançados. 

Mas, para nossa surpresa, um dos resultados que surgiram foi bastante inesperado. Dentre os participantes da promoção, uma leitora se destacou por ter enviado várias resenhas e ter demonstrado grande entusiasmo em compartilhar conosco e com os nossos leitores as suas aventuras gastronômicas. Sim, estamos falando da Tâmara Gondim, a autora da resenha mais polêmica do blog, que, a partir de agora, fará contribuições regulares ao Mastigando em Salvador, reforçando o nosso "time de colunistas"!

Esperamos que todos gostem da novidade e recebam a Tâmara de braços abertos!


por Tâmara Gondim

A nossa ida ao Bistrot Du Vin foi impulsionada primeiramente pela Salvador Restaurant Week e, posteriormente, por minha paixão por vinho e minha curiosidade. Fiz a proposta aos amigos do trabalho e todos se empolgaram com a idéia. Sexta-feira pede um almoço diferente, não é?!

Bistrot Du Vin

Localizado no bairro da Pituba, no primeiro andar da Casa dos Vinhos, uma das melhores adegas de Salvador, o Bistrot Du Vin é um restaurante discreto, muito elegante e com um cardápio variado composto de pratos bem sofisticados.

Bistrot Du Vin: Entrada
A entrada do Bistrot Du Vin
O restaurante tem decoração clássica, remetendo ao período colonial graciosamente mesclado com alguns móveis e objetos modernos. O toque moderno é bem discreto, quase imperceptível. Uma coisa que me chamou muito a atenção foi a falta de uniformidade nas porcelanas onde as refeições são servidas. Os pratos são apresentados de várias formas, modelos e "estampas", não seguem uma regra e, curiosamente, a "falta de unidade" resultou em uma mesa muito graciosa. Sobre o ambiente senti falta apenas de uma musiquinha. O som do local era única e exclusivamente o "converseiro" dos clientes.

Bistrot Du Vin: Ambiente interno
O ambiente interno do Bistrot Du Vin
Estacionar não é difícil. Durante os dias de semana, no horário do almoço é possível encontrar vagas tranquilamente, e, mesmo à noite, quando a rua em que a casa está localizada é mais badalada, não há grandes dificuldades, uma vez que o restaurante disponibiliza serviço de manobrista a R$ 15,00.

O atendimento é primoroso. A qualidade do atendimento já foi explicitada antes mesmo de chegarmos ao restaurante. Quando telefonei para fazer a reserva, fui atendida por um funcionário muito disposto e sorridente, que mostrou-se muito eficiente. Quando chegamos ao restaurante, imediatamente fomos direcionados à mesa e três garçons vieram nos atender. Fizemos o pedido das entradas e bebidas e, em questão de 10 minutos, nossos pratos chegaram. Garçons corteses, bem informados, precisos no atendimento (eu não podia olhar para o lado que, imediatamente, um garçom se posicionava ao meu lado: "Pois não?!" :-).

Para beber pedimos taça com Água de Coco (R$ 5,00) e Cerveja Heineken long neck (R$ 9,90). O mais tentador do Bistrot Du Vin não pudemos usufruir pois íamos voltar ao trabalho. Por estar em cima de uma grandiosa adega, o restaurante disponibiliza cerca de 3.000 rótulos para serem degustados ao preço de compra na loja.

Bistrot Du Vin: Adega
A Adega abaixo do Bistrot Du Vin
Para a Entrada, os pedidos se dividiram entre o Suflê de Gorgonzola e o Bolinho de Peixe ao Molho de Vinagrete Picante. Eu simplesmente amei o Suflê! Na verdade, já estava pré-disposta a gostar, uma vez que adoro gorgonzola. Ele estava crocante por fora e super macio por dentro, e a quantidade de gorgonzola que foi utilizada foi ideal. Foi unânime! Quem escolheu o Suflê, adorou! 

Bistrot Du Vin: Suflê de Gorgonzola
O Suflê de Gorgonzola do Bistrot Du Vin
Outra parte da turma escolheu o Bolinho de Peixe. Mastiguei ele e tive a certeza que o suflê foi uma excelente escolha. O Bolinho de Peixe não estava ruim, mas já comi melhores. Estava quentinho, mas não conseguimos identificar o gosto de peixe. Nenhuma das duas entradas estão no cardápio convencional do restaurante, mas, dando uma espiadinha no cardápio, pude observar que as entradas custam entre R$ 21,90 a R$ 65,20.

Bistrot Du Vin: Bolinho de Peixe ao Molho Vinagrete Picante
O Bolinho de Peixe ao Molho Vinagrete Picante do Bistrot Du Vin
Como Prato Principal pudemos mastigar as três opções de pratos oferecidas pelo menu da Salvador Restaurant Week do Bistrot Du Vin: Filé recheado com Risoto Primavera, Risoto de Camarão com Queijo Brie e Peixe Branco em crosta com Musseline de Batata.

Bistrot Du Vin: Filé Recheado com Risoto Primavera
O Filé recheado com Risoto Primavera do Bistrot Du Vin
Bistrot Du Vin: Risoto de Camarão com Queijo Brie
O Risoto de Camarão com Queijo Brie do Bistrot Du Vin
Bistrot Du Vin: Peixe Branco em crosta com Musseline de Batata
O Peixe Branco em crosta com Musseline de Batata do Bistrot Du Vin
Na minha mesa, metade pediu o Filé e a outra metade, o Risoto. Apenas eu pedi o Peixe Branco. Quem pediu o Filé se queixou que o prato veio frio e o Arroz estava cru e sem sal. Apenas um colega que também comeu o Filé recebeu o prato quentinho e o arroz no ponto. Quem pediu o Risoto também não ficou 100% satisfeito. Reclamaram que o prato veio frio e não sentiram gosto de Queijo Brie. Eu, que pedi o Peixe Branco, fiquei totalmente satisfeita. O prato veio quentíssimo, a pescada amarela estava muito crocante por fora e macia por dentro. Estava tão macio que desmanchava na boca.

Temos uma teoria sobre os pratos viram frios: acreditamos que, como éramos um grupo grande e os pedidos eram preparados por mesa, os que vieram frios tinham sido preparados antes e esperaram para serem servidos todos ao mesmo tempo. Logo, o meu prato veio perfeito porque houve apenas um pedido. Analisando desta forma o grupo resolveu "perdoar" o fato de alguns pratos terem sido servidos frios. Mas o arroz cru e sem sal não foi perdoado! ;-)

Os pratos principais que mastigamos também não estavam no cardápio convencional da casa, contudo os pratos principais variam entre R$ 44,90 a R$ 98,20.

De sobremesa o pedido fui unânime: Terrine de Chocolate Belga. A sobremesa estava "sem comentários"...! Eu não sou muito fã de chocolate (acreditem!) mas esta foi uma das melhores sobremesas que já comi na minha vida! A textura estava ótima, adoçado na medida certa e o morango azedinho, que era apenas pra ser decorativo, contrastou de forma ideal a não deixar o doce enjoativo . O Terrine está no cardápio convencional do restaurante e custa R$ 13,90. Os preços das sobremesas variam de R$ 9,90 a R$ 24,70.

Bistrot Du Vin: Terrine de Chocolate Belga
O Terrine de Chocolate Belga do Bistrot Du Vin
Concluindo: Apesar de ter preços bem "salgadinhos" para o meu orçamento, com certeza voltarei lá! No geral, a relação custo x benefício de alguns pratos é muito boa. Se fizer as escolhas certas, terá uma refeição fabulosa, de ótima qualidade, sem desfalcar a conta bancária. Esporadicamente, compensa pagar por um ambiente agradável e requintado, atendimento impecável e pratos muito bem preparados.

Bistrot Du Vin
Rua Minas Gerais, 197 - 1º andar - Pituba
(71) 3231-1933

17 comentários:

  1. Nossa! Parece que o time de colunistas do mastigando está crescendo para melhor :) Parabéns Tâmara!
    O Bistrô du vin parece ter sido mesmo uma ótima pedida para o almoço de todos :)
    Um abraço, Queila

    ResponderExcluir
  2. adorei a dica!! nunca fui lá mas parece ser delicioso!
    bjss

    www.blogdajupenedo.com

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Olá pessoal! Muito obrigada pela recepção calorosa!! Farei o possivel e o impossivel para não decepcioná-los!! Dividirei com vocês as minhas aventuras gastronômicas e espero trazer "novos ingredientes" para a mastigação de vocês!! Gracias! :D

    ResponderExcluir
  5. Bem-vinda, Tâmara!
    Muito legal o post. ^^
    Bjocas
    http://www.meunomenaoekerol.com/

    ResponderExcluir
  6. Fiquei com vontade de ir lá...
    Se os pratos do RW já parecem ser bons, imagine os outros...
    Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  7. Bem vinda, Tmara!
    Eu tentei ir ao bistrot, mas não consegui reserva porque já estava cehio... Snif!
    Mas fica a dica. Lá no blog temos uma dica de pratos preparados por Juan Vidal (chef do bistrot) e entregues em domicilio.
    Bjs

    www.comerrezando.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Juli, não tinhamos reserva também não!! Alguns colegas que estavam trabalhando externo chegaram cedo ao Bistrot e conseguiram segurar a mesa pra gente. Fomos na cara e na coragem mesmo!!! Mas, com certeza, valeu a aventura!

    ResponderExcluir
  9. Adoro o blog e ja o acompanho ha um bom tempo e tenho uma duvida...vcs já foram ou sabem de alguma lugar em Salvador que ofereça no inverno festival de fondue??

    ResponderExcluir
  10. Sim betinha82! Ainda não fomos, mas podemos indicar a Risoteria Terra Brasil!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah legal! Bom fica então a dica para um proximo post!!! rs Valeu Catarine!!

      Excluir
  11. Catarine ou Gustavo...Perguntei anteriormente sobre fundoe em Salvador e a Catarine me deu dica do Risoteria Terra Brasil, mas pelo q andei sabendo é bemmm carinho la...td bem que fundoe nao é barato msm, mas sera q temos outra opção em Salvador?? rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Betinha82, pelo que pudemos encontrar, outro local onde você pode comer fondue em Salvador é o Restaurante La Provence. Segundo o site (http://www.restaurantelaprovence.com.br/), eles servem fondue o ano inteiro. No entanto, não me parece que esta opção seja mais barata do que a Risoteria Terra Brasil...

      Excluir
  12. Oi Gustavo valeu pela dica...mas ligando para o La Provence fiquei sabendo que esse ano não tera fundue no menu deles...só resta msm a Risoteria..R$ 165,00 o casal! Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. betinha82, é uma pena... O site do La Provence está desatualizado, então! Se soubermos de mais alguma opção, postaremos aqui!

      Excluir

Os comentários no Mastigando em Salvador são muito bem vindos, mas deverão passar por um processo de moderação prévia. Para conhecer os critérios da moderação, consulte a nossa política de comentários, acessando: http://www.mastigandoemsalvador.com.br/p/politica-para-comentarios.html.

Resumidamente, os comentários que poderão ser rejeitados são aqueles que:

- Estejam fora do contexto do objeto da postagem e/ou do blog;
- Utilizem linguagem ofensiva e/ou incompreensível;
- Contenham injúrias, calúnias ou difamações, a respeito de quem quer que seja;
- Demonstrem claramente a intenção, por parte do autor do comentário, de tumultuar e/ou de desarmonizar o clima do blog;
- Contenham propaganda (spam); ou
- Contenham links externos, salvo quando forem fortemente relacionados ao objeto da postagem.

Os comentários publicados NÃO representem a opinião do blog Mastigando em Salvador e da sua equipe, e todo o seu conteúdo é de responsabilidade exclusiva dos seus respectivos autores. Nós não nos responsabilizamos por eles.

Caso tenha alguma dificuldade em fazer um comentário, verifique se está utilizando o navegador MS Internet Explorer. Alguns leitores tem reportado problemas para comentar utilizando este navegador. Esta situação está fora do nosso controle e não pode ser corrigida por nós.

Tecnologia do Blogger.